Maior ativação empresarial promovida no Brasil, evento virtual reunirá, no dia 23 de novembro, colaboradores de todas as empresas associadas do MOVER para conscientização e reflexão sobre a necessidade de redução da desigualdade racial

Na manhã de 23 de novembro, colaboradores de todas as 47 empresas que fazem parte do Movimento pela Equidade Racial (MOVER) vão parar por 1 hora suas rotinas para falar sobre o racismo estrutural existente no país e a importância de todos, juntos, fazerem parte de um compromisso de combate à desigualdade e geração de oportunidades para todos. A ação de conscientização, chamada “Dia de MOVER”, marca um ano do compromisso público assumido pelo Movimento e foi idealizada pela FibraAG com apoio do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR).

A iniciativa envolve a realização de uma live direcionada a 1,3 milhão de colaboradores das empresas associadas, mas também estará aberta ao público no YouTube, em transmissão que inaugura o canal proprietário do MOVER. Na programação, estão rodas de conversa, vídeos, entrevistas e participação de artistas e personalidades reconhecidas na luta pela equidade racial. Entre elas, Luana Génot, diretora executiva do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR); Helen Pedroso, diretora de Relações Institucionais da Rede Brasil do Pacto Global da ONU; e Grabriela Augusto, diretora da Transcendemos.

Os convidados abordarão temáticas ligadas à representatividade, pertencimento e empoderamento de profissionais negros durante o evento, trazendo histórias inspiradoras e que possibilitam prever um cenário futuro em que conquistas semelhantes são possíveis.

“Para mim, MOVER traz mais do que orgulho, traz esperança de vida e futuros melhores. Participar desse movimento é poder ajudar a proporcionar a mais pessoas as conquistas de vida que nós merecemos, pois sabemos o tamanho da luta que temos que enfrentar”. CEO da FibraAG, Andréa Pitta é reconhecida por ser uma das únicas mulheres negras no Brasil a ocupar posições de liderança em grandes agências de publicidade.

“Ao participar do MOVER, assumimos um compromisso público como agentes de transformação para evoluir coletivamente em uma jornada antirracista. Juntas, as empresas possuem enorme potencial para gerar uma mudança positiva na sociedade e no mercado de trabalho, tornando-o mais inclusivo e, principalmente, receptivo ao surgimento de novas lideranças negras”, afirma Liel Miranda, CEO da Modëlez Internacional no Brasil e presidente do Conselho Deliberativo do MOVER.

A convocação para o evento está sendo feita pelos próprios CEOs das empresas, que desde o início do Movimento se reúnem mensalmente para contribuir na construção nas iniciativas. “A fundação do MOVER foi um ato coletivo e o Movimento mantém até hoje esse espírito. Ter os CEOs à frente de todas as nossas iniciativas reforça o engajamento e os compromissos assumidos pelas empresas, garantindo ainda a agilidade na tomada de decisões e a velocidade na implantação de nossos dos projetos”, ressalta Marina Peixoto, diretora-executiva do MOVER

Evolução e conquistas

Fundado a partir de um Manifesto assinado por um grupo de empresas de grande porte, empenhadas em acelerar os processos de inclusão no ambiente corporativo e na sociedade, o Movimento pela Equidade Racial registrou grandes avanços em seu primeiro ano de atividades. Tornou-se uma Associação civil sem fins lucrativos, instalou sua sede no Centro do Rio de Janeiro, na região conhecida como “Pequena África”, e ampliou o número de empresas associadas para 47.

Tendo como um de seus pilares de atuação a criação de empregos, as empresas do MOVER anunciaram em conjunto, no segundo semestre deste ano, mais de 800 vagas, contemplando de estagiários e trainees a cargos de liderança (supervisão, coordenação, gerência, diretoria e C-levels). As vagas foram disponibilizadas em eventos como AfroPresença, Conferência Juntos e Fórum Sim à Igualdade Racial, evidenciando a intenção das empresas de oportunizar a entrada de profissionais negros em suas equipes.

“Esses eventos são grandes oportunidades para somarmos forças com outras instituições e discutirmos em conjunto vários aspectos da questão racial e do mercado de trabalho. São também fóruns importantes para que as empresas associadas ao MOVER se conectem com profissionais negros e apresentem suas políticas inclusivas de recrutamento, seleção e desenvolvimento. No “Dia de MOVER”, incluiremos uma sessão no site com o link das plataformas de vagas das empresas para que possam ser acessadas a qualquer momento e não apenas nos eventos. Também reforçaremos nossa atuação nas redes sociais para estarmos cada vez mais conectados a esses talentos”, destaca a diretora-executiva Marina Peixoto.

Em alinhamento aos pilares de liderança e emprego & capacitação, o MOVER estabeleceu ainda este ano parcerias com instituições de grande representatividade e expertise em suas áreas de conhecimento e atuação: o Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) e o Fundo Baobá. O ID_BR dá suporte ao MOVER nas iniciativas relacionadas à formação antirracista por meio de seus programas educativos. Este ano, por exemplo, o ID_BR promoveu o letramento de todas as equipes voluntárias do MOVER, somando quase 200 pessoas. Já o Fundo Baobá apoiará o Movimento, a partir de 2022, na gestão de editais voltados a pessoas e entidades negras com foco em capacitação, emprego e conteúdo de conscientização.

Sobre o MOVER

O MOVER e suas 47 associadas pautam sua atuação, ações e investimentos em três pilares: Liderança, Conscientização, Emprego e Capacitação. Entre as principais metas do grupo, está a geração de 10 mil novas posições para pessoas negras em cargos de liderança até 2030, por meio de uma série de ações internas nas empresas, que incluem processos mais inclusivos de recrutamento e seleção e de aceleração de carreira.

Outra meta é gerar oportunidade para 3 milhões de pessoas negras, por meio de editais de bolsas de estudo, mentorias, conexão com mercado de trabalho e apoio a entidades negras com foco em educação, empregabilidade e empreendedorismo. O MOVER pretende ainda ser uma plataforma de apoio na conscientização da população em geral quanto ao racismo, por meio de patrocínio de conteúdos audiovisuais e comunicação em mídias e pontos de venda, entre outras ações. O investimento previsto para a realização das iniciativas do MOVER nos primeiros três anos é de R﹩ 45 milhões.

O MOVER é formado atualmente pelas empresas Alcoa, Aliansce Sonae, Ambev, Americanas S.A, Arcos Dorados-McDonald’s, Atento, Bain & Company, BRF, Cargill, Coca-Cola Brasil, Colgate-Palmolive, CSN, Danone, Descomplica, DHL Supply Chain, Diageo, Disney, EF, General Mills, Gerdau, GPA, Grupo Carrefour Brasil, Heineken, JBS, Kellogg, Klabin, Kraft Heinz, L’Oréal Brasil, Lojas Renner, Magalu, Manserv, Marfrig, MARS, Michelin, Mondelëz International, Moove, Nestlé, PepsiCo, Petz, RD – Raia Drogasil, Sodexo, Tenda Atacado, UnitedHealth Group Brasil, Vale, Via, XP Inc. e 3M.

Saiba mais nformações detalhadas sobre o MOVER e os três pilares de atuação do Movimento.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta