O sistema de pagamento eletrônico Pix mal completou dois meses de existência, mas já virou uma ferramenta utilizada por criminosos para aplicar golpes em usuários desavisados.

Em um post em seu blog oficial, o Nubank trouxe um alerta para um novo tipo de golpe que tem empregado o sistema de pagamento do Banco Central como isca para oferecer dinheiro em dobro.

Segundo a fintech, o golpe é disseminado através de vídeos e mensagens em redes sociais que afirmam ser possível fazer uma transferência via Pix e ganhar o dobro do valor enviado. Na mensagem, golpistas afirmam que isso é possível devido a falhas de instituições financeiras e do sistema Pix.

Para o bug funcionar, as mensagens fraudulentas indicam que, seria preciso enviar dinheiro para chaves específicas. As chaves, é claro, são das contas dos próprios golpistas – e o dinheiro em dobro nunca é enviado de volta para o usuário.

O Nubank alerta ainda que as mensagens costumam acompanhar vídeos que mostram a transferência “em dobro” funcionando, mas que estes não passam de truques de edição que simulam o bug inexistente.

“Em resumo: não existe o tal bug do Pix ou das chaves aleatórias. Os criminosos usam a chamada ‘engenharia social’, o fato de que a mensagem é chamativa e altamente compartilhável, para enganar as pessoas e receber transferências”, alertou a empresa.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta