Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, Abilio teve 90.631 votos válidos (33.72%) e Emanuel 82.367 (30.65%).

Os candidatos Abílio Júnior (Podemos) e Emanuel Pinheiro (MDB) vão disputar o segundo turno da eleição para prefeito de Cuiabá.

Com 100% dos votos apurados, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Abilio teve 90.631 votos válidos (33.72%) e Emanuel 82.367 (30.65%).

A candidata Gisela Simona (PROS) foi a terceira colocada com 52.191 votos (19,42%). Em quarto lugar ficou Roberto França (Patriotas) com 25.523 votos (9,49%). Em seguida, ficou Julier Sebastião (PT) com 8.409 votos (3,13%). Aécio Rodrigues (PSL) foi o sexto colocado com 5.659 votos (2,11%).

Em penúltimo lugar ficou Paulo Henrique Grando (Novo) com 2.815 votos (1,05%). Com 1.216 votos (0,45%), Gilberto Lopes (PSOL) ficou em último lugar.

Foram 9.881 votos brancos (3,35%) e 16.169 nulos (5,48%). Houve ainda 83.236 abstenções (22,01%).

Pesquisas eleitorais

Abílio tinha 26% das intenções de votos na primeira pesquisa do Ibope, divulgado no dia 16 de outubro. Depois, passou a ter 29%, e na última pesquisa, divulgada na quinta-feira (12), tinha 32% das intenções de voto.

Emanuel tinha 20% das intenções de voto na primeira pesquisa. Passou para 28% em 30 de outubro e para 31%, na última pesquisa.

Dessa forma, as pesquisas indicavam que a votação iria para 2° turno.

Perfis

O vereador Abílio Junior, do partido Podemos, tem 36 anos, é cuiabano e é formado em arquitetura e urbanismo. Essa é a primeira vez que ele disputava a vaga para prefeito.

Abílio teve o mandato na Câmara de Vereadores cassado em março deste ano, por quebra de decoro parlamentar.

Com a decisão, ele ficaria inelegível por oito anos. No entanto, em maio, a Justiça anulou a cassação do vereador e determinou o retorno dele ao cargo, por irregularidades nos trâmites do processo que resultou na perda do mandato do parlamentar.

Emanuel Pinheiro é atual prefeito de Cuiabá, eleito em 2016. Tem 55 anos e é bacharel em direito.

Ele entrou na política aos 23 anos quando foi eleito vereador por Cuiabá.

Em 1994, foi eleito deputado estadual e, em 1998, foi reeleito para cargo.

Em 2005, foi secretário municipal de Trânsito e Transportes Urbanos de Cuiabá. Em 2010 e 2014 foi eleito para o cargo de deputado estadual.

Essa é a terceira vez que ele participa da disputa.

Propostas

Na área da saúde, Abílio promete combater a corrupção na secretaria municipal, contratar mais médicos e criar um sistema de saúde para consultas online.

Já Emanuel disse que pretende reduzir a fila do Sistema Único de Saúde (SUS) e evitar que pacientes ‘furem’ a fila.

Para melhorar a infraestrutura da capital, Abílio afirma que vai pavimentar as ruas de todos os bairros da cidade e concluir as obras paradas, como a da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Jardim Leblon.

Emanuel Pinheiro afirma que vai executar a obra da Avenida Contorno Leste que liga o Distrito Industrial até a MT-251 e tem 17,3 km de extensão.

Já sobre transporte público, Abílio Júnior propõe abrir a concorrência para a escolha da empresa que vai operar o transporte na capital e melhorar o sistema de bilhetagem.

Caso reeleito, Emanuel afirmou que vai instalar novas estações de ônibus equipadas com ar-condicionado e televisão.

Para investir na arborização da cidade, Abílio propõe fazer um projeto de plantação de árvores nativas na capital.

Pinheiro diz que a solução é manter os projetos ‘disk árvore’ e de replantio de árvores na cidade.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *