Na tarde desta quarta-feira (01), a Secretaria de Saúde de Rondonópolis, em entrevista coletiva, falou sobre o enfrentamento e ações que vem sendo realizadas em Rondonópolis, contra o novo coronavírus.

O secretário de Saúde, Marcus das Neves, enfatizou bastante sobre a importância do papel da sociedade diante da pandemia, no distanciamento social, uso de máscara, evitando aglomerações. Exemplificou sobre si mesmo, que há muito tempo não visita os pais por se preocupar com eles, dessa forma, distancia-se porque é preciso nesse momento  crítico que passamos, não somente nós de Rondonópolis, mas o mundo todo.

Sobre o Projeto Sentinela, foi informado que já existem quatro unidades ativas para atendimento exclusivo aos pacientes suspeitos do Covid-19 com testes rápidos, atendimentos médicos e também orientações referentes ao Covid-19.

O horário de atendimento com consultas médicas, orientações e execução de testes-rápidos é das 7 às 17 horas, há uma pausa para higienização geral do local e retorna com um terceiro turno das 18 horas até meia-noite, funcionando de segunda à sexta-feira.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é procurar uma das unidades sentinelas apenas quando houver sintomas suspeitos de Covid-19 como febre, tosse, cansaço, dor na garganta e no corpo, diarreia, falta de paladar e de olfato, dificuldades para respirar, entre outros.

O coordenador do Samu, Heusnan Freitas, informou que, a população deve ligar para o Samu quando estiver com sintomas fortes, passando mal; pessoas  com sintomas leves da doença devem procurar as unidades sentinelas que estão disponíveis para esse tipo de atendimento.

Powered by Rock Convert

Conforme a diretora da UPA, Vânia Scapini, os leitos de estabilização têm atendido a demanda, que após acolher o paciente, são regulados e encaminhados para as UTIs.

Segundo Vania, quando o paciente chega com sintomas de covid, ele já tem um atendimento diferenciado e já existe um protocolo que dependendo dos sintomas, é atendido na UPA ou enviado para o Hospital de retaguarda.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que, dos 20 respiradores que chegaram, 10 já estão instalados na UPA e os outros 10 que são de transporte, que podem ser utilizados em áreas de estabilização do hospital e/ou ambulâncias, portanto, estão em funcionamento. O município ainda aguarda a chegada de mais 10 respiradores que serão encaminhados pelo Ministério da Saúde.

Referente ao kit covid, o secretário de Saúde informou que já existem nas unidades sentinelas, no entanto existe dificuldade na aquisição dos mesmos, não somente dos kits, mas também de medicamentos. No entanto, espera que o mais breve possível seja feito o reforço para tratamento inicial dos sintomas.

Heusnan Freitas informou que: “O kit covid só deve ser usado por pacientes que já tenham alguns sintomas, porque fazem parte do tratamento inicial, mas pedimos que a população não faça automedicação, pois pode não mais fazer efeito quando for necessário.”

Conforme o Secretário da Saúde, o retorno das atividades econômicas, dependem de reunião com o Comitê de Crise, mas após 7 dias, conforme decreto teria uma nova reanálise, portanto “há a possibilidade de mudanças.”

Fonte | Redação

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *