A agonia de um pai que procurava pela filha desaparecida por dois anos chegou ao fim na última sexta-feira (22). Ágatha Nunes, hoje com oito anos, sumiu da cidade de Joinville em 2018, mas foi localizada esta semana no interior do Mato Grosso do Sul.

Uma verdadeira operação de resgate foi montada para trazê-la de volta a Santa Catarina. A mãe tinha sumido com a criança. Reportagem do ND Online deste sábado (23) relata que a menina havia sido levada pela mãe ao sair da escola.

Era a semana de a criança ficar com ela, devido a acordo de guarda compartilhada acertado judicialmente com o pai, Douglas Nunes. Ele havia pedido na justiça a guarda definitiva, que foi concedia poucos dias após o desaparecimento da menina naquele ano. Desde o sumiço de Ágatha, a Polícia Civil investigava o caso.

O nome dela, inclusive, constava no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas. E foi graças a isso que ela foi localizada na cidade de Sapucaia, próximo do Paraguai.  A mãe da menina foi presa e vai responder por subtração de incapaz. O pai foi até o Mato Grosso do Sul para buscar a filha.

Fonte | Pais e Filhos

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *