A elefanta Ramba chegará no início desta quarta-feira, no aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O animal será transportado em um boeing 744 vindo de Rancagua, no Chile. Ela pesa cerca de 3,6 toneladas e será levada em uma carreta para morar no primeiro Santuário de Elefantes da América Latina, localizado em Chapada dos Guimarães (68 quilômetros de Cuiabá). A viagem deve durar mais 30 horas. A elefanta vai morar com Maia e Rana, que também eram atrações em shows de circos na Ásia e foram resgatadas por ativistas.

De acordo com informações da concessionária que administra o terminal paulista, todos os procedimentos de desembarque do animal terá duração de ao menos 6 horas. Será disponibilizada estrutura com guindaste com suporte máximo de 30 toneladas, empilhadeiras e uma equipe com 30 pessoas exclusivamente para cuidar do desembarque.

Ramba está com 53 anos e passou a maior parte da vida em um circo, onde havia denúncia de prática de maus-tratos. A transferência dela para o Brasil é resultado de uma negociação de anos entre a diretoria do santuário, organização especializada na recuperação e tratamento de elefantes resgatados de cativeiros na América do Sul, além do órgão Global Sanctuary for Elephants (GSE) e a organização Ecópolis do Chile.

Em junho, a elefanta Guida morreu no Santuário. Ela foi uma das primeiras moradoras do local. Ela passou por exames, mas a causa da morte não foi divulgada. Ela foi encontrada com dificuldade de locomoção em uma trilha e morreu ‘de forma silenciosa’ durante o resgate.

Ela tinha entre 46 a 47 anos. Antes de vir para Mato Grosso, estava vivendo com Maia em um pequeno sítio em Minas Gerais.

Fonte | Só Notícias

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *