Frente a uma era hiperconectada, a internet e as telas se tornaram partes inseparáveis de nossas vidas. No entanto, assim como qualquer excesso pode ser prejudicial, o uso massivo dessas tecnologias pode trazer uma série de riscos à saúde e ao bem-estar geral. Não é à toa que o conceito de detox digital se consolida como uma necessidade cada vez mais urgente para recuperar o equilíbrio perdido em meio ao frenesi on-line. 

Uma pesquisa realizada pela NordVPN, empresa especialista em cibersegurança, aponta que os brasileiros passarão mais de 41 anos na internet, o equivalente a 54% do tempo de vida médio da população (75,9 anos). O levantamento, que considerou apenas maiores de 18 anos, mostra que em média as pessoas começam a se conectar às 8h33 da manhã e só se desconectam às 22h13. Somado o tempo de todos os sete dias, em uma semana comum, os usuários passam 91 horas conectados.  

Perigos de se viver somente o mundo online  

Esses números não apenas refletem a onipresença do universo virtual no cotidiano das pessoas, como também chama a atenção para os riscos associados ao uso excessivo das telas. O impacto negativo do tempo prolongado abrange desde problemas físicos, como a chamada “falsa miopia”, quando a visão é forçada por muitas horas para visualizar imagens próximas, passando por dores de cabeça, no pescoço, na coluna, até chegar a questões mais profundas, como ansiedade, depressão e distúrbios de sono.   

Ainda a constante exposição a informações, notícias e estímulos visuais pode sobrecarregar o cérebro, resultando em uma fadiga mental que compromete a saúde como um todo. A Associação Americana de Psiquiatria reconhece a dependência tecnológica e o transtorno por “games” como problemas relevantes. Nesses casos, a falta da tecnologia e dos jogos pode gerar sintomas de abstinência, como irritabilidade, tristeza, ansiedade, ira, raiva e até mesmo sinais físicos, como falta de ar e ranger de dentes.  

Como ter uma relação mais saudável com seu smartphone e a internet?  

Adotar uma abordagem consciente em relação ao uso das tecnologias digitais é fundamental para preservar o bem-estar. O detox digital envolve a redução deliberada do tempo de exposição às telas, portanto se torna um aliado valioso nesse processo. Desconectar-se periodicamente permite que a mente descanse, recarregue e mantenha uma mente e corpo mais saudáveis.  

Mas como desenvolver ações reais em um mundo onde a tecnologia é praticamente parte de nós? Elenco algumas estratégias que podem ajudar:   

Defina limites: estabeleça períodos específicos do dia para se desconectar, como durante as refeições ou antes de dormir. Isso ajuda a criar uma rotina mais equilibrada.  

Atividades off-line: substitua o tempo on-line por atividades como leitura de livros, caminhadas ao ar livre ou a prática de hobbies. Diversificar as experiências contribui para um estilo de vida mais saudável e ainda tem o poder de estimular a criatividade.  

Notificações conscientes: reduza o impacto das notificações constantes no celular ajustando as configurações do dispositivo. Escolha momentos específicos para verificar mensagens e atualizações. No caso dos aparelhos com iOS, crie diversos modos de foco personalizados para sua rotina.  

Espaços tech-free: crie ambientes em sua casa livres de tecnologia, como na sala de jantar, por exemplo. Isso promove uma conexão mais significativa com amigos e familiares e pode estreitar relações.  

Autoconscientização: esteja ciente dos sinais de estresse digital, como irritabilidade ou dificuldade de concentração. Pratique o autocuidado e busque sempre ajuda, se necessário. Tome tempo para analisar seu histórico de uso da tela e bole um plano para tornar a relação com seu smartphone, principalmente, mais saudável.  

Nos dias de hoje, reconhecer a necessidade de pausas digitais é fundamental para uma vida mais saudável. Portanto, o detox digital não é uma renúncia total à tecnologia, mas, sim, uma escolha sábia para retomar o equilíbrio entre o mundo virtual e real, a fim de viver uma vida realmente conectada.  

Sobre a Leapfone 

Criada em 2021, a startup Leapfone é pioneira no conceito de Phone as a Service e na oferta de smartphones como novos por assinatura. Por meio de um pagamento mensal recorrente, o usuário tem acesso a aparelhos poderosos com direito à troca anual, seguro e assistência técnica. Dessa forma, o objetivo da empresa é democratizar e facilitar o acesso dos brasileiros a smartphones de ponta, transformando a realidade do mercado de telefonia no país. Mais informações em: https://leapfone.com.br ou @leapfone. 

Via | Letícia Bufarah é gerente de marketing da Leapfone – leapfone@nbpress.com.br  Foto | Divulgação

Print Friendly, PDF & Email
(Visited 1 times, 1 visits today)