O prefeito José Carlos do Pátio garantiu a doação pelo município de uma área para a construção do Centro de Diagnóstico de Câncer vinculado ao Hospital do Amor de Barretos, localizado no interior paulista é um centro de referência nacional e internacional em prevenção e tratamento de doenças oncológicas. A garantia foi dada durante encontro com os vereadores José Felipe Horta e Jonas Rodrigues nesta quarta-feira (1). Na ocasião, os dois parlamentares entregaram ao chefe do executivo municipal o ofício de solicitação do legislativo municipal, que é assinada por todos os 21 vereadores rondonopolitanos.

“Viemos trazer o ofício, assinado por todos os vereadores, com o pedido para doação de uma área à construção de um Centro de Diagnóstico de Câncer e estamos saindo com a notícia do prefeito de que até a próxima segunda-feira deve estar oficializando a doação de uma área de mais ou menos de duas hectares”, comemorou o vereador José Felipe Horta, acrescentando que no ofício entregue os vereadores também solicitam a doação de uma área também para construção de um novo Hospital Regional no município, que é uma demanda antiga da região sudeste do estado.

“A estrutura do Hospital Regional atual já não comporta as atuais necessidades da nossa região, está defasada. Nós, vereadores, estamos pedindo ao prefeito a doação de uma área de cerca de quatro hectares para que o governador do Estado se sensibilize e anuncie a construção de um novo regional para Rondonópolis, que estamos precisando muito”, explicou o parlamentar, que é médico.

Projeto

A construção de um Centro de Diagnóstico do Câncer na cidade ligado ao Hospital do Amor de Barreto é um projeto idealizado desde 2015 pela Associação de Voluntários de Combate ao Câncer de Rondonópolis (AVCCR). No início do ano passado, a associação procurou o prefeito para apresentar a ideia. Ele entendeu a necessidade da implantação para melhoria do atendimento a pacientes oncológicos da cidade e a região e encampou o projeto.

De início, ele se propôs a contribuir com a doação de uma área de 20 mil metros quadrados, apoio na elaboração do projeto de engenharia e investir R$ 7 milhões. Com projeto de engenharia pronto no início deste ano estimado em R$ 35 milhões, buscou-se, então, apoio do governo do Estado, prefeitos da região e deputados estaduais e federais.

Durante uma reunião realizada há cerca de três meses em Cuiabá, o governador Mauro Mendes gostou do projeto e inicialmente propôs uma parceria para a construção de um Hospital de Câncer. Porém, como em Rondonópolis já tem uma unidade hospitalar oncológica junto à Santa Casa e após uma visita de uma comissão de Rondonópolis e do Estado a Barretos, que se reuniu com o diretor do Hospital do Amor, Henrique Prata, o governador entendeu que o melhor seria a construção do centro para fazer o trabalho de diagnóstico.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta