A Prefeitura retomou as obras de construção do PSF do Residencial Marechal Rondon, que se arrastavam há vários anos e que recentemente sofreu pelo menos dois reveses, quando fortes enxurradas provenientes de uma grande chuva que ocorreu na região, acabou derrubando o murro de arrimo que estava sendo construído nos fundos, danificando boa parte da estrutura já pronta. Todavia, por conta dos trâmites burocráticos, a prefeitura retomou a obra, que agora segue firme, para a sua conclusão e entrega a população.

Na verdade, essa obra se arrasta desde 2014 quando foi iniciada ainda na gestão Percival Muniz e que infelizmente, por problemas técnicos de construção, acabou sendo edificada com um desnível de 3,60 m em relação ao nível da “Rua Um” que fica nos fundos da edificação.

Segundo informações repassadas pelo fiscal da obra engenheiro Matheus da SMS, desde a sua retomada a mesma vinha sofrendo com problemas estruturais que estão sendo paulatinamente solucionados; um deles é a água de fica minando no terreno devido à profundidade do corte no solo que estava desbarrancando na rua dos fundos; aliado a grande quantidade de águas oriundas dos bairros localizados mais acima que acabam adentrando a unidade devido ao desnível, onde para solucionar o problema, foi necessária a construção de um muro de arrimo.

CHUVA DERRUBOU

Todavia um problema inesperado aconteceu algumas semanas atrás, quando uma enxurrada provocada por uma forte chuva inesperada; algo próximo dos 100 mm, ou seja: choveu em uma hora o esperado para 1 mês, por este motivo o muro sofreu danos estruturais e caiu, já que o mesmo estava em obras e não estava concluído. No entanto, a equipe de engenharia da S.M.S., prontamente tomou ciência da situação e tomou todas as medidas necessárias para que a obra fosse retomada.

Ocorre que a citada enxurrada também acabou danificando algumas dependências já concluídas, e por isso, um novo prazo para conclusão foi estipulado.

E isso foi feito, mas, infelizmente uma nova enxurrada corrida durante uma chuva, acabou provocando novos estragos. Todavia, os engenheiros realizaram uma nova limpeza e retomaram em definitivo a obra que agora segue em ritmo forte rumo a sua conclusão.

Conforme informações repassadas pelo fiscal da obra engenheiro Matheus da SMS, até o momento, foram investidos R$ 747.592,75 de recursos próprios do município.

Mas, tudo indica que esse montante acabará um pouco mais elevado em razão da necessidade de um aditivo da ordem de R$ 68 mil, necessários para recompor os estragos provocados pelas chuvas, tais como: a substituição das portas, uma nova pintura na unidade; reparos no piso e, a reconstrução do muro de arrimo, partindo do zero. Segundo consta, o aditivo já foi licitado e a obra acabou de ser retomada.

Mas, o importante é que muito em breve mais esta unidade de saúde, totalmente nova estará a disposição dos moradores do residencial Marechal Rondon, bem como das comunidades adjacentes.

Destacando que, assim que for concluída e entregue a população, a unidade de saúde que tem um total de 331,14 m², vai disponibilizar diversas salas para: recepção; espera; acolhimento; farmácia; consultório; inalação; consultório odontológico; consultório com W.C,; depósito para material de limpeza; sala de curativos; sala de vacinas; sala de atividades coletivas (ACS); consultório de procedimentos c/ W.C.; salas de esterilização e, expurgo.

O local ainda vai dispor de almoxarifado; copa; sala de gerência, além de sanitários para funcionários.

Lembrando que todo o piso da unidade foi construído em granilite de alta resistência e a forração toda em gesso. Tudo feito para melhor acomodar e receber os servidores e usuários que vão se beneficiar com a nova unidade de saúde da região.

Via | Assessoria   Foto | Wheverton Barros
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta