Idosos enfrentaram longas filas e aglomeração para tomar a vacina contra Covid-19 em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, na manhã desta terça-feira (6). Uma fila extensa foi registrada no Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos (Fiotão).

A Prefeitura de Várzea Grande estima que os mil idosos convocados para a vacina do dia compareceram ao mesmo tempo no local fora do horário agendado.

Os moradores alegaram falta de organização, falta de distanciamento e informação no posto de vacinação.

O secretário de saúde da cidade, Gonçalo Barros, atribuiu a confusão à ansiedade dos moradores que não obedecem ao agendamento correto e seguem informações falsas. Ele reconheceu que alguns ajustes devem ser feitos.

“Nós temos um agendamento de horário. A ansiedade da população é tamanha e a gente compreende isso. Infelizmente temos pessoas agendadas para às 16h e vem às 7h. E a ansiedade, as fake news e negacionistas de plantão que dizem que não tem vacina para todos, gera essa confusão e ansiedade”

A prefeitura informou que começou a vacinar todos os dias, a partir desta terça-feira, depois que atingiu 77% do público na primeira dose e 45% de segunda dose aplicadas, de um total de 26.238 doses recebidas do Ministério da Saúde.

A cidade deverá, dependendo do volume de vacinas recebidas, abrir novos pontos de vacinação em toda a cidade. A pasta também contesta o número de vacinas recebidas pelo governo federal.

Segundo a prefeitura, em todos dias da semana haverá vacinação, sendo que as segundas, terças, quartas e sextas-feiras elas acontecerão em ponto fixo no ginásio.

Já nas quintas-feiras e sábados, será em ponto fixo e drive-thru, na Clínica Médica do Centro Universitário Várzea Grande (Univag).

Nos domingos a prefeitura manterá a vacinação de idosos acamados, com dificuldades de locomoção ou que vivem sozinhos e necessitam da presença dos profissionais da área médica de Várzea Grande.

Covid-19 em Mato Grosso

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (5), 317.254 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registradas 8.127 mortes em decorrência do coronavírus.

Foram notificadas 2.167 novos casos de Covid-19 e 128 mortes, o maior número de óbitos desde o início da pandemia, em março do ano passado. Dos 317.254 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.159 estão em isolamento domiciliar e 293.882 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 511 internações em UTIs públicas e 507 enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,52% para UTIs adulto e em 58% para enfermarias adulto.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta