Um homem foi preso nesta quarta-feira (27), suspeito de envolvimento no assassinato da diretora do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Terezinha Silva de Souza.

O crime aconteceu no dia 15 de janeiro.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito policial ainda segue em andamento e as informações referentes ao envolvimento do rapaz no assassinato ainda estão sendo apuradas.

Vale lembrar que um vigilante também chegou a ser detido dois dias após o crime diante de uma denúncia anônima. No entanto, o rapaz foi solto por falta de provas.

Na ocasião, a Polícia Civil destacou que as características físicas do homem detido eram diferentes das imagens coletadas por câmeras de segurança.

O CRIME

Terezinha foi morta na manhã de 15 de janeiro, enquanto passava de carro na Rua Major Otávio Pitaluga, no Centro de Rondonópolis, a caminho do trabalho em uma caminhonete. No dia do crime, uma dupla chegou numa motocicleta vermelha e usando capacetes presos e um deles sacou uma arma e atirou várias vezes contra a cabeça da vítima.

No vidro do carro ficaram as marcas dos projéteis que atingiram a servidora na região da cabeça. O motorista do veículo não foi atingido pelos tiros.

INVESTIGAÇÕES 

As investigações para esclarecer o crime prosseguem na Delegacia de Homicídios de Rondonópolis e diligências ininterruptas estão sendo realizadas para identificar e localizar os autores do homicídio.

Via | Folhamax

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta