Os cooperados da Unicred Mato Grosso receberam na última segunda-feira (11.01) a remuneração do capital social que cada um mantém na cooperativa. Com um total pago de R$ 4,3 milhões, a remuneração equivale a 100% da Selic acumulada em 2020, equivalente a 2,7677% ao ano, limite máximo permitido pela legislação vigente.

O capital social faz parte da estrutura patrimonial da cooperativa, composto pelo somatório de todas as quotas-partes de seus cooperados. Para se associar, é necessário integralizar capital, o que faz com que cada cooperado seja importante na solidez e desenvolvimento da instituição financeira.

“O capital social é a força motriz da cooperativa e um dos principais formadores do patrimônio que faz com que ela cresça e prospere. A Unicred MT tem uma relação patrimonial muito forte, porque os cooperados são fortes e atuantes na instituição”, enfatiza o presidente Ronivaldo Lemos, ao comentar que quanto mais forte e sólida é a cooperativa, mais forte é o cooperado, e mais retorno recebe dela.

O pagamento de juros ao capital, aos associados, também é uma forma de destinação dos resultados da cooperativa realizada anualmente, no começo do ano subsequente ao fechamento do exercício social. Além da remuneração, os cooperados também participam da distribuição das sobras, com base na movimentação de cada um, após a Assembleia Geral.

A Unicred MT atua em nove municípios de Mato Grosso, com 13 pontos de atendimento e uma unidade administrativa, que representam cerca de 14,5 mil cooperados da área da saúde e empresários. É a 4º maior instituição do Sistema Unicred e figura na 91º posição entre as 100 maiores instituições financeiras cooperativas do país, num universo de 925 cooperativas avaliadas pelo Banco Central do Brasil. Mais informações: www.unicred.com.br/matogrosso.

Via | Assessoria 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *