Pelo menos 240 pessoas foram contaminadas com o novo coronavírus depois de receberem a vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 em Israel, segundo o canal de televisão Channel 13. O país alcançou a marca de 1 milhão de pessoas imunizadas na última 6ª feira (1º.jan.2021).

De acordo com especialistas, a vacina não oferece imunidade imediata, o que explicaria o contágio dessas 240 pessoas. Estudos apontam que o sistema imunológico começa a desenvolver proteção contra o vírus de 8 a 10 dias depois da 1ª dose.

Os testes da vacina da Pfizer/BioNTech mostraram que a eficácia de 95% contra a covid-19 é atingida 28 dias depois da aplicação da 1ª dose –7 dias depois da 2ª dose. Ou seja, ainda há 5% de chance de infecção mesmo depois das duas injeções.

A recomendação dos especialistas é que todas as medidas de proteção contra a covid-19 continuem sendo seguidas depois da aplicação da 1ª dose.

Israel iniciou a vacinação contra o novo coronavírus em 20 de dezembro. Com 9.291.000 milhões de habitantes, o número de pessoas imunizadas até o momento corresponde a mais de 10% da população.

Segundo o Ministério da Saúde israelense, cerca de 40% da população que tem acima de 60 anos já recebeu a 1ª dose.

O país tem mais de 438 mil casos de covid-19 e 3.417 mortes pela doença, de acordo com o medidor Worldometer.

Via | Poder 360

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *