Seduc ainda estuda possibilidade e alunos deverão ter aumento na carga horária para compensar 2020

A secretária estadual de Educação, Marioneide Kliemaschewsk afirmou que planeja retomar aulas presenciais no dia 1º de fevereiro de 2021. Ela ressaltou que os alunos deverão ter um acréscimo de 315 horas-aula para compensar a paralisação devido à pandemia de covid-19.

Marioneide pontuou, porém, que a possibilidade está em estudo e que os alunos poderão retomar os estudos de forma híbrida, com aulas presenciais, online e também por apostilas.

“O Estado está estudando exatamente a possibilidade de se fazer um ano cíclico, ou seja, este ano eu estou no sexto ano, no ano que vem eu faço o sexto e sétimo ano com uma carga horária, ao invés de 800 horas, de 1.115 horas, complementando exatamente a aprendizagem”, disse.

Já os alunos do 3º ano  do ensino médio deverão retomar as atividades presenciais antes para fazer um ‘intensivão’ para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A volta ainda depende de uma pesquisa feita pela Seduc com os pais.

“Estamos fechando o levantamento para verificar as possibilidades de retomada com 3° anos do ensino médio de forma híbrida, aliada a isso ao pré-Enem digital Gold, que é um intensivão que nós vamos ter 90 dias”, comentou.

Fonte | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *