Os manifestantes cobram ainda que os veículos sejam usados no transporte público de passageiros.

Motoristas do transporte escolar fizeram um ato em frente à Prefeitura de Cuiabá, nesta quarta-feira (13) para cobrar medidas que podem ajudá-los durante a pandemia, em que as aulas estão suspensas, como a isenção de IPVA, suspensão de taxas cobradas pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e o concessão de um auxílio.

Com o cancelamento das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas, os motoristas estão sem renda para conseguir se manter. O decreto com a suspensão das aulas das escolas públicas foi publicado no dia 16 de março deste ano.

Ainda não há data definida para o retorno das aulas. A previsão é que voltem em junho, mas não data certa.

A retomada das aulas depende do comportamento do vírus em Mato Grosso e a progressão da contaminação. Até então, não há nada confirmado.

Veja as reivindicações feitas pelos motoristas:

•O fornecimento de cestas básicas;
•Auxílio emergencial de R$ 500;
•Suspensão total das taxas do alvará deste ano e taxas da Semob;
•Isenção do IPVA 2020;
•Abertura de uma linha de crédito emergencial no Desenvolve MT;
•Liberação do uso de vans escolares para fazer o transporte público.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *