Ao comentar a disseminação do novo coronavírus no Brasil, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse neste domingo (12) que o país precisa ser informado sobre o que “realmente acontece”, sem “pânico”. Sem citar diretamente o isolamento social praticado em vários estados, ressaltou que as pessoas precisam de “liberdade”.

“Precisamos cada vez mais de liberdade. O país precisa ser informado do que realmente está acontecendo. E não através do pânico, mas através de mensagens de paz, de conforto, [para] cada um se preparar para a realidade”, afirmou na abertura de uma videoconferência com representantes católicos e evangélicos com o objetivo de celebrar a Páscoa.

O presidente é um defensor do fim do isolamento imposto à sociedade para evitar que a Covid-19 se espalhe ainda mais pelo país.

O vírus já matou no Brasil, de acordo com o último balanço do Ministério da Saúde, 1.123 pessoas. Mais de 22 mil pessoas estão infectadas.

Bolsonaro tem manifestado preocupação com os prejuízos econômicos que vêm junto com o isolamento social, uma vez que grande parte do comércio está fechada.

Fonte | Jovem Pan  Foto | CarolinaAntunes

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *