Suspeitos, que têm 21 e 34 anos, têm passagens por outros crimes. Eles devem responder por roubo majorado com emprego de arma de fogo e restrição de liberdade da vítima, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Dois homens foram presos, na quarta-feira (12), suspeitos de integrarem um grupo criminoso de, pelo menos, seis roubos em propriedades rurais de Rosário Oeste e Jangada, a 133 km e 82 km de Cuiabá, respectivamente. Os suspeitos, que têm 21 e 34 anos, têm passagens por outros crimes.

Os envolvidos tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça e devem responder por roubo majorado com emprego de arma de fogo e restrição de liberdade da vítima, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Um dos crimes que teriam sido cometidos pelos suspeitos ocorreu em de setembro do ano passado, em uma chácara na Comunidade Barranco Alto. Na ocasião três vítimas foram surpreendidas por homens armados. Eles roubaram uma caminhonete, uma pistola calibre 380, 30 munições, celulares e outros produtos.

Número de roubos em propriedades rurais aumentaram segundo SESP. — Foto: Reprodução/TVCA
Número de roubos em propriedades rurais aumentaram segundo SESP. — Foto: Reprodução/TVCA

Outro crime que eles teriam cometido ocorreu em uma fazenda próxima à praça de pedágio da BR-163, em Jangada. Neste caso, eles renderam quatro vítimas e também roubaram um veículo.

Uma tentativa de roubo foi registrada no município de Rosário Oeste. A vítima foi abordada quando entrava em casa com uma caminhonete. No entanto, a vítima acelerou o carro e conseguiu fugir. Câmeras de segurança de um estabelecimento registraram a ação.

De acordo com o delegado, que investiga os casos, Henrique Trevizan, nos últimos meses, a região, em especial as propriedades rurais têm sido alvos de roubos. Ainda segundo ele, os suspeitos agem da mesma foram. Invadem as propriedades, ameaçam e rendem as vítimas e fogem levando pertences dos proprietários.

Fonte | G1  Foto | Divulgação

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *