O vereador Juary Miranda (SD) reclamou do Pátio de apreensão de veículos Rondon, e destacou a ideia da Comissão de Transportes e Trânsito da Câmara de Vereadores fazer um estudo para buscar alternativas para rever o referido contrato entre a empresa que administra o local e o município.
“O Pátio Rondon é um  presente de grego, eles cobram R$ 280,00  para remover um veículo e  R$ 48 por dia, penaliza e muito o cidadão”, disse.
O vereador Sidnei Fernandes (PDT) destacou que os valores cobrados beiram o absurdo e algo precisa ser feito com urgência. “Um guincho normal custa R$80,00 esse valor cobrado é abusivo”.
Vilmar Pimentel (SD) defendeu que o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) deve extinguir o serviço na cidade.  “Não é apenas rever e sim acabar com o Pátio Rondon, a população aguarda isso do prefeito”.
Juary  completou dizendo que independente de questão política eleitoral, os vereadores tem que chamar a responsabilidade. O parlamentar disse que  a multa de uma rescisão é substancial e isso também é um problema.  “Temos que colocar o nosso dedo no problema e buscar uma saída, aqui é o Fórum de debates”, completou.
Orestes Miraglia afirmou que o  prefeito quer encontrar a solução para a extinção do Pátio e teria cobrado do Secretário de Trânsito um estudo profundo da situação.
Fonte | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *