A Páscoa é celebrada em diversos países, embora possa variar de data. No calendário católico e cristão ocidental, este ano ela está marcada para o dia 31 de março, já para os cristãos ortodoxos será em 5 de maio. Curiosamente, essa data tão especial abriga tradições que variam bastante de um local a outro e que merecem ser conhecidas.

1. A Páscoa em San Biagio Platani

(Fonte: HaguardDuNord/Wikimedia/Reprodução)
Nem na Páscoa os italianos deixam a massa de lado. (Fonte: HaguardDuNord/Wikimedia/Reprodução)

Uma comuna italiana localizada na ilha da Sicília mantém viva a tradição de preparar um festival grandioso neste período do ano. Antes mesmo que a Páscoa seja celebrada, ou melhor, semanas antes, arcos cobertos com cereais, ervas e pão são cuidadosamente preparados.

Essas construções remetem aos arcos de mármore feitos na época feudal para receber governantes, mas, ao mesmo tempo, representam a valorização da história de San Biagio Platani, que durante muito tempo foi conhecida como uma vila agrícola.

Um antigo documento, inclusive, mostra que a Igreja determinava que parte da colheita fosse destinada à construção dos “arcos de pão”. Como resultado, visitantes de todas as localidades vão até lá conferir pessoalmente a tradição adaptada a um contexto religioso.

2. Paska, um pão tradicional da Ucrânia

(Fonte: Getty Images/Reprodução)
Pães doces ucranianos ganham bastante simbolismo durante a Páscoa. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Um pão feito de farinha branca que pode ser preparado de diversas formas possui grande valor entre os ucranianos. Trata-se de um alimento levado até as igrejas no domingo de Páscoa, para ser benzido e depois servido entre as famílias.

Mesmo em tempos de guerra, esse costume de preparar a paska não foi deixado de lado. Inclusive, além dos ucranianos, há pessoas ao redor do mundo que irão preparar essa receita na Páscoa deste ano como forma de expressar seu apoio.

3. Árvore de ovos de páscoa

(Fonte: Getty Images/Reprodução)
Belíssima quando decorada, a árvore de ovos de páscoa é símbolo do renascimento. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

No Natal, os norte-americanos decoram árvores, e na Páscoa, há quem coloque ovos decorados com cores diferentes pendurados em galhos. Na verdade, é uma tradição importada da Alemanha, chamada de Osterbaum, mas que ganhou espaço fora do continente europeu como resultado da imigração desses povos.

Curiosamente, antes que os ovos de plástico ganhassem espaço, ovos de verdade cumpriam esse papel decorativo. Antes que alguém imagine o que poderia acontecer se eles fossem esquecidos em algum galho, esses ovos eram devidamente esvaziados antes — mas também há quem relate ter feito o mesmo com ovos cozidos.

4. Georgianos no cemitério durante a Páscoa Ortodoxa

A Páscoa dos georgianos pode ser considerada melancólica demais para os brasileiros. (Fonte: Getty Images/Reprodução)
A Páscoa dos georgianos pode ser considerada melancólica demais para os brasileiros. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

O costume mantido na Geórgia talvez soe extremo demais para nós, mas para eles, também é Páscoa. Na data em que ela é celebrada, eles se reúnem com seus familiares em cemitérios. E lá eles apreciam juntos pratos típicos — e inevitavelmente refletem sobre os rumos que a vida pode levar.

Não é demais imaginar que possam ficar melancólicos e até chorar, afinal, tudo isso faz parte da tradição de jantar com os mortos em toda primavera. Entre as refeições, há vinho, pães e ovos tingidos de vermelho, que simbolizam o sacrifício de Jesus Cristo. Parte dos alimentos também é deixada próxima ao túmulo, para os seus amados que já faleceram.

5. Pretzel a quem amamos

Em Luxemburgo, a Páscoa pode ser bastante romântica. (Fonte: Getty Images/Reprodução)
Em Luxemburgo, a Páscoa é celebrada em grande estilo e o romantismo não é deixado de lado. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Em Luxemburgo, o terceiro domingo da quaresma é praticamente uma celebração do amor: por lá, pretzels são distribuídos entre a população. Os rapazes, então, aproveitam essa oportunidade para dar o doce à moça por quem estão apaixonados.

Assim, se o gesto for bem recebido, eles poderão passar a Páscoa juntos, em família. Nos anos bissextos, no entanto, essa tradição fica invertida e as donzelas ficam encarregadas de tomar a iniciativa e distribuir os pretzels.

Via | Mega Curioso Foto | Freepik

Print Friendly, PDF & Email
(Visited 1 times, 1 visits today)