Além da prisão por mandado, o homem também foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Um pai, de 30 anos, investigado por estupro de vulnerável contra a própria filha, de 12 anos, foi preso pela Polícia Civil, nessa terça-feira (19), em Juruena. Na ação, as equipes também apreenderam uma pistola e onze munições.

O investigado teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, após investigação da Delegacia de Juruena. Além da prisão por mandado, o homem também foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Em novembro, a Polícia Civil foi comunicada sobre os abusos sexuais cometidos pelo pai contra a filha. Diante das informações, os policiais civis realizaram diversas diligências investigativas, oitivas de testemunhas, exames e fornecimento de relatórios tanto de psicólogos como do Conselho Tutelar, confirmando os abusos sexuais.

Com base nos indícios e evidências, a Delegacia de Juruena representou pela prisão preventiva do investigado e pelo mandado de busca e apreensão domiciliar.

As ordens judiciais foram deferidas pela Justiça e a equipe deslocou até a casa do suspeito, onde ele foi abordado. No local foi encontrada uma arma de fogo, pistola calibre .40 e onze munições intactas.

O pai foi conduzido para a delegacia, interrogado e autuado em flagrante. Após a confecção dos autos, ele foi colocado à disposição da Justiça.

Via | G1 Foto | Divulgação

Print Friendly, PDF & Email
(Visited 1 times, 1 visits today)