Fazem parte do trabalho integrado policiais civis da Dema e Goe, e servidores da Sema e Indea-MT

Dando continuidade à Operação Amazônia, deflagrada pela Polícia Civil em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso, foram realizadas várias ações de repressão aos crimes ambientais na região de Colniza (1.065 km a noroeste de Cuiabá).



Entre os dias 19 e 29 de setembro, policiais civis da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Gerência de Operações Especiais (Goe) e servidores da Sema e Indea fiscalizaram diversas áreas com indícios de desmatamento ilegal.

Durante 10 dias ininterruptos foram expedidos nove Termos de Apreensão de lascas de madeira de diversas espécies; Termo de Apreensão referentes a 130 unidades de madeira serrada da espécie castanheira; Termo de Apreensão de 41.9600 metros cúbicos de madeira da espécie Jatobá e 15.6500 de madeira da espécie Maracatiara.

Também foram apreendidas 430 unidades de rebanho bovino, uma motosserra, um caminhão plataforma com julieta, além de despachados dois Termos de Notificações e quatro de Termos de Depósito.



Foram feitas duas autuações de infração ambiental com multas de aproximadamente R$ 19 mil, duas autuações de inspeção, registrados dois boletins de ocorrência que resultaram na condução de duas pessoas e lavrados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência para delitos de menor potencial ofensivo.


 

Essa fase da Operação Amazônia contou com o total de oito profissionais da Polícia Civil, Sema e Indea e apoio de três viaturas.

Via | Assessoria Fotos | divulgação
 

(Visited 1 times, 1 visits today)