Compartilhe!

Em recente entrevista para a Rádio Cultura FM, de Cuiabá, no programa do jornalista Antero Paes de Barros, o vice-prefeito de Rondonópolis, Aylon Arruda (PSD) garantiu aos ouvintes que já encomendou estudos para viabilidade do transporte coletivo de graça para os trabalhadores.

O novo presidente do PSD local pontua que o projeto impacta diretamente na vida de pelo menos 40 mil pessoas. “O trabalhador tem que ter ônibus de graça. Se a pessoa deixar de gastar R$ 5,00 por dia na passagem ele terá um incremento no salário de até 20%. Esse dinheiro economizado vai para onde? Para o comércio local! Essa medida ajuda na melhoria da qualidade de vida do cidadão e ainda fortalece a economia da cidade e estimula o empresário a investir em mais contratações”, lembra.

Aylon também destacou que menos veículos, circulando diariamente pelas ruas de Rondonópolis, representa uma queda drástica nos acidentes de trânsito da cidade e ainda reduz os gastos hospitalares com pacientes vítimas de traumas provocados por colisões. “Quando colocamos essa conta no papel é possível enxergar que esse nosso planejamento é investimento, não é gasto. Estamos investindo na preservação da saúde do trabalhador, propondo redução nos gastos com saúde e ainda contribuindo com a mobilidade urbana da cidade. Os estudos estão em curso e com toda certeza vamos tirar esse projeto do papel e colocá-lo nas ruas da minha Rondonópolis. A cidade de Caucaia, no Ceará, por exemplo, tem 355 mil habitantes e implantou tarifa zero em 2018, hoje colhe resultados positivos”, garante.

O pré-candidato a prefeito de Rondonópolis já agendou visitas técnicas em algumas cidades que já implantaram o transporte gratuito. “Vamos buscar informações desses municípios e o quanto isso impactou positivamente na cidade da população. Vamos visitar cidades de norte a sul do país e voltar com muitas novidades na bagagem”, completa.

Atualmente 96 cidades brasileiras já implantaram a tarifa zero no transporte coletivo. Deste montante apenas 9 já possuem população acima dos 200 mil habitantes. No Centro-Oeste brasileiro os municípios com transporte de graça são: Aruanã-GO, Anicuns-GO, Costa Rica-MS e Goiás-GO. Os dados são da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos.

Segundo dados do IBGE, Rondonópolis possui a segunda maior frota de veículos do Estado. São quase 208 mil veículos circulando por ruas e avenidas. Destes 81.649 são de motos e motonetas e outros 90 mil são de carros e caminhonetes. Os veículos citados representam mais de 90% dos registros de acidentes de trânsito diários na cidade.

Via | Assessoria Foto | Divulgação

Deixe o seu comentário!
(Visited 1 times, 1 visits today)