Golpe foi aplicado no mês de dezembro tendo como vítima um fornecedor da cidade de Rio Verde (GO)

Uma empilhadeira produto de crime de estelionato praticado no estado de Goiás foi recuperada pela Polícia Civil, na quarta-feira (18.01), em ação realizada pelos policiais civis da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. O proprietário de uma oficina de autopeças, flagrado em posse do veículo, foi autuado em flagrante pelo crime de receptação. O crime de estelionato praticado contra uma empresa de Goiás ocorreu no dia 15 de dezembro, quando um homem solicitou por meio de aplicativo de mensagens um orçamento de uma empilhadeira e no dia seguinte, por meio de uma falsa ordem de compra, fez o pedido da máquina com o fornecedor de Rio Verde (GO). Na segunda-feira, dia 19 de dezembro, foi feito o faturamento na condição de boleto pré-datado para 20 de janeiro de 2023. No dia 20 de dezembro, a empilhadeira foi retirada de um caminhão guincho com destino a Portelândia (GO) – onde o suposto cliente havia solicitado a entrega – e levado para a cidade de Alto Araguaia (MT), onde foi feito o transbordo para um caminhão-baú, sendo a entrega realizada para uma pessoa em Cuiabá. Após ser acionada pela Polícia Civil de Goiás sobre os fatos, a equipe da Derf de Cuiabá iniciou as diligências e por meio de imagens de monitoramento da cidade, foi possível identificar o proprietário do caminhão guincho. Questionado, ele disse que foi contratado para fazer o frete da empilhadeira que estava em um posto na Rodovia dos Imigrantes, no dia 21 de dezembro e realizar a entrega em uma autopeças, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Em continuidade as diligências, os policiais da Derf foram até a empresa, onde foram recebidos pelo proprietário e logo avistaram a empilhadeira nos fundos da oficial. Em checagem na máquina, foi constatado que o número de série coincidia com o da empilhadeira produto de crime de estelionato no estado de Goiás. Questionado, o suspeito confessou ser o responsável pelo maquinário e que comprou a empilhadeira de um terceiro, pagando R$ 30 mil à vista e parcelando o restante do valor. Diante dos fatos, o maquinário foi apreendido e o suspeito foi conduzido à Derf onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por crime de receptação.
Via | PJCMT  Foto | Divulgação
(Visited 1 times, 1 visits today)