O Conselho Federal de Odontologia, veda alguns procedimentos orofaciais, como a otoplastia, ou a otoplastia fechada, que é conhecida como ‘Ear Shut’, termo usado para a cirurgia nas orelhas. A prática ainda não é permitida considerando que há pouca publicação científica associando essa prática à odontologia além disso, o conteúdo não faz parte da grade curricular da graduação e pós-graduação em odontologia.

Esse é apenas um dos alertas sobre o exercício da profissão, constantes no Código de Ética Odontológica.

Orientação

A ideia de transmitir essas informações sobre o que ainda é vedado ou não para os cirurgiões-dentistas que praticam a harmonização facial, é orientativa, para que os profissionais executem e que façam tudo dentro do que é possível e permitido pelo Conselho Federal de Odontologia.

“Vemos a possibilidades de um cirurgião-dentista ser denunciado pelo Ministério Público, e consequentemente ter uma repercussão muito grande em rede nacional, e o nosso papel como representante do CRO-MT é proteger, orientar e prezar pela valorização da classe”, pontua a Dra. Bárbara Trevisan – Conselheira Suplente e 2º Vogal da Comissão de Ética do CRO-MT

Consulte o ebook de publicidade odontológica

Para consultar outras dicas ou em casos de dúvida, acesse o material disponível no site do CRO MT, na aba downloads.

“Nossa missão é zelar pela ética, orientar os jovens profissionais que estão chegando no mercado de trabalho, bem como aquele mais antigo que precisa se atualizar. Não basta fiscalizar e punir e preciso apoiar e incentivar, fortalecendo assim a nossa classe”, explica a presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso, Dra. Wânia Dantas.

Via | Assessoria CRO-MT   Foto | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta