O planejamento das gerências de Unidades de Conservação (UC) para a prevenção e combate aos incêndios florestais no período crítico já começou em Mato Grosso. Este foi um dos temas do encontro de gerentes de UCs, realizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) nos dias 05 e 06 de abril, na sede do órgão ambiental, em Cuiabá.

A reunião possibilitou a capacitação, o intercâmbio de experiências positivas e a discussão dos desafios enfrentados na condução da gestão ambiental.

Conforme o gerente da Área de Proteção Ambiental (APA) Nascentes do Rio Paraguai, Valdivino Santana Vaz, uma das unidades que já se programou para as ações de prevenção, as atividades integram a comunidade, o município e o Estado.

“Dentro do plano tem o histórico de incêndios com os locais onde eles iniciam, as coordenadas das vias de acesso, dos pontos de captação de água, e o inventário de equipamentos de maquinários, pessoas treinadas como brigadistas, e até aviões particulares. Para isso, a integração com a associação e os fazendeiros é essencial”, explica.

Assim como no ano passado, todas as UCs estaduais receberão brigadistas contratados temporariamente para o monitoramento preventivo contínuo, além do apoio do Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT).

Encontro estadual de gerentes de Unidades de Conservação de MT
Créditos: Sema-MT

“É muito positiva a troca de experiências, e saber o que as outras unidades estão fazendo. Este contato não foi possível durante a pandemia. É importante também esse momento de alinhamento com os Bombeiros que estamos tendo aqui”, finaliza o gerente.

O comandante da Companhia de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do BEA, 1° tenente Isaac Wihby, participou do evento e trouxe instruções sobre a parte operacional, a importância da integração, e dos planos de prevenção e combate ao fogo nas UCs.

“Enfrentemos um desastre ambiental todos os anos por conta da seca, umidade baixa, e outros fatores, e sabendo disso, devemos trabalhar durante todo o ano para mitigar os efeitos e impedir grandes incêndios”, avalia.

Encontro estadual de gerentes

O evento foi promovido pela Superintendência de Mudanças Climáticas e Biodiversidade e Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUCO), e reuniu os 25 gerentes que atuam diretamente nas 47 Unidades de Conservação Estaduais. Foi ofertada uma capacitação sobre os Conselhos Consultivos, regimento interno da Sema, e pesquisas realizadas nas unidades.

“O objetivo é nos conhecermos e saber como podemos contribuir uns com os outros. Entendemos a complexidade que é cuidar das unidades, mas queremos avançar no planejamento para aplicação dos recursos da melhor forma possível, de acordo com a nossa realidade. O papel dos gerentes é importantíssimo para os cuidados com esse patrimônio”, afirma a secretária adjunta de Gestão Ambiental da Sema, Luciane Bertinatto.

Encontro estadual de gerentes de Unidades de Conservação de MT
Créditos: Sema-MT

O professor da Universidade Federal de Mato Grosso, Domingos de Jesus Rodrigues, mostrou o trabalho desenvolvido para mapear a biodiversidade das Unidades, estimulou os gerentes a buscarem parcerias para que pesquisas continuem sendo feitas, e que isso promova a importância das unidades para a sociedade.

Como resultado prático dos anos de dedicação, ele apresentou a publicação dos livros “Biodiversidade da Estação Ecológica do Rio Ronuro”, “Biodiversidade do Parque Estadual do Cristalino”, e “Espécies Arbóreas da Estação Ecológica do Rio Ronuro”, entre outras publicações.

Encontro estadual de gerentes de Unidades de Conservação de MT
Créditos: Sema-MT
Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta