O aumento constante no preço dos combustíveis na Grande Cuiabá tem resultado em um maior número de veículos parados nas principais avenidas da cidade devido à pane seca – quando acaba o combustível até da reserva.

Uma motorista ficou sem combustível durante o horário de pico na avenida em frente ao Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande. Outro caso semelhante de pane seca ocorreu na Avenida Miguel Sutil e o condutor precisou abastecer o carro no meio da rua.

Os registros foram feitos há algumas semanas pelo sistema de monitoramento do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública.

Câmeras flagram condutor de veículo abastecendo carro na avenida Miguel Sutil — Foto: TV Centro América

Câmeras flagram condutor de veículo abastecendo carro na avenida Miguel Sutil — Foto: TV Centro América

O preço médio do etanol, na capital, está em R$ 4,99. Já na gasolina, está em R$ 6,89 por litro.

Com os aumentos consecutivos no preço dos combustíveis, os motoristas estão se virando como podem para economizar.

O borracheiro José Ramon de Farias tem preferido andar de ônibus para não gastar tanto.

“Às vezes deixo de comprar alguma coisa em casa para abastecer, que é meu ganha pão porque não tem como ir para o trabalho todo dia de ônibus, porque perco duas horas no coletivo”, disse.

Redução de veículos após alta nos preços

Foi registrada uma redução no número de carros e motocicletas em circulação pela capital, segundo apontou a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). O estudo comparou o fluxo nas ruas entre os dias 7, 8 e 9 de março com os dias 14, 15 e 16 do mesmo mês.

Nesse intervalo entre as semanas, a Petrobras reajustou o preço dos combustíveis nas refinarias, o que pode ter influenciado nessa redução do movimento de veículos.

Pane seca gera multa?

O diretor de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Michel Diniz, explicou à TV Centro América que a pane seca pode gerar penalidades.

“É uma infração média prevista no Código de Trânsito Brasileiro e dá 4 pontos na carteira do infrator, com valor de multa em R$ 130. Ao faltar combustível, o veículo acaba prejudicando o trânsito também”, disse.

Quando o motorista não estaciona em local adequado ou sofre uma pane seca e deixa o veículo, Michel informou que a Semob desloca uma equipe ao local para tomar as devidas providências, dependendo de cada caso.

“Sempre que flagrado e constatado a falta de combustível, o motorista pode ser autuado”, explicou.

Ele ainda destacou que essas panes secas podem ocasionar até acidentes e orientou os motoristas a terem mais atenção quando o veículo passa a funcionar na reserva.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta