Campanha lançada por entidades do agro se inspirou em livro da Comissão de Educação Sanitária do Ministério da Agricultura em São Paulo

Produção animal: boas práticas no uso de produtos veterinários são abordadas em livro 

O Estado de Mato Grosso acaba de lançar uma campanha para orientar produtores e técnicos a utilizar produtos veterinários de forma adequada. As recomendações ajudam a eliminar resíduos em carnes, leite, ovos, mel e pescados, além de prevenir um dos problemas críticos do setor de saúde: a resistência ao uso de antibióticos.

A campanha se inspirou no livro “Diálogos para as boas práticas no uso de produtos veterinários na produção animal”, lançado em 2021 pela Comissão de Educação Sanitária (CES) da Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA-SP), que representa o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no estado.

O livro, na verdade, é um arranjo multimídia que reúne mensagens de texto, infográficos, mensagens de voz, cartazes e posts para WhatsApp e Telegram. Todo esse material didático deve ser utilizado na relação educador-educando, como forma de sensibilizar o público sobre os riscos associados e os cuidados que os produtos veterinários exigem.

REDES SOCIAIS E PODCAST

De acordo a auditora fiscal federal agropecuária Juliana do Amaral Moreira, que coordena a Comissão de Educação Sanitária, o conteúdo do livro também vem sendo veiculado no podcast do Mapa, com o título “Minuto Saúde para todos no campo”. Além disso, todas as quartas-feiras algum conteúdo do material é divulgado no Instagram da Enagro (Escola Nacional de Gestão Agropecuária).

INTEGRAÇÃO

Segundo a superintendente federal de Agricultura de São Paulo, Andréa Figueiredo Procópio de Moura, para que as ações e os programas de defesa agropecuária sejam efetivos no país, é preciso a compreensão clara dos papéis e responsabilidades inerentes a cada ator desse processo. Os produtores rurais possuem um papel fundamental na proteção da produção agrícola e da pecuária brasileira.

“A adoção de boas práticas e o manejo adequado de insumos, como os produtos de uso veterinário, possuem impactos diretos na proteção da saúde humana, animal e no meio ambiente”, afirmou. Para ela, o livro é um instrumento útil para que as demais unidades da federação possam coordenar campanhas de uso responsável dos produtos veterinários, como vem sendo feito pela SFA-MT.  “A disseminação da informação clara e acessível, numa linguagem direta e de fácil compreensão, é uma ferramenta poderosa dentro desse processo.”

José de Assis Guaresqui, superintendente da SFA-MT, disse que a campanha lançada em Mato Grosso é um trabalho de excelência com informações que precisam chegar ao produtor. “O foco é na produção do alimento seguro com mensagens simples e diretas, para permitir que diversos produtores tenham acesso ao conhecimento”, afirmou.

O material da CES, segundo ele, vem sendo colocado em prática pelo Mato Grosso. “Essa interação entre os Estados é de suma importância para o desenvolvimento sustentável da produção agropecuária, além de promover uma padronização na aplicação de conceitos relacionados ao tema, não havendo barreiras entre os diferentes Estados e suas distintas realidades”, concluiu.

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) elaborou um Plano de Educação Sanitária e Comunicação Social que tem como fundamento Saúde e Bem-Estar Únicos. “A partir desta decisão, a autarquia tem se empenhado em identificar iniciativas convergentes, a exemplo do livro que está sendo utilizado em MT para uma ampla campanha estadual”, explicou o fiscal do Indea e médico veterinário Heitor David Medeiros, que está à frente da campanha.

Participam da iniciativa no MT a Federação de Agricultura do Estado de Mato Grosso (Famato); Associação de Criadores de MT (Acrimat); Superintendência Federal da Agricultura em MT (SFA-MT); Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer); Conselho Regional de Medicina Veterinária de MT (CRMV-MT); e a própria Comissão de Educação Sanitária da Superintendência de São Paulo.

PALESTRA EM SP

Nesta sexta, dia 4 de março, às 18h, o conteúdo do livro será levado a produtores rurais de Itapetininga, no interior de São Paulo. A “Reunião sobre saúde única no campo: a importância da adoção das boas práticas” é organizada pelo Sindicato Rural de Itapetininga, com participação da Comissão de Educação Sanitária. O evento acontece no salão social do sindicato, na rua Campos Sales, 219.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta