A equipe da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) de Rondonópolis realizou no Distrito de Nova Galileia a coleta de besouros e controle químico para evitar a proliferação do inseto e assim futuros casos da doença de Chagas.

De acordo com o gerente de Vigilância Ambiental da UVZ, Wagner Santos, na Nova Galileia foram coletados mais de 70 besouros, todos passaram por análise e nenhum testou contagioso para Chagas.

A equipe também atuará em toda extensão da zona rural, visitando todas as residências para realizar o controle do inseto barbeiro, tal como segue atendendo as solicitações feitas por meio do celular exclusivo da UVZ (66 98437-5429).

Não há nenhum caso da doença registrado, porém a UVZ realiza esse serviço como ação preventiva para proteger as comunidades rurais.

O barbeiro transmite o agente da doença de Chagas por meio das fezes contaminadas que são eliminadas imediatamente após picar o humano para se alimentar de sangue, considerado uma forma de transmissão vetorial, por isso a necessidade de fazer o controle desse inseto.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta