Ministério Público do Estado (MPE) instaurou inquérito civil com o intuito de apurar o descumprimento de medidas para contenção da Covid-19 durante o show do cantor Gusttavo Lima, em Primavera do Leste no sábado (1).

Documento, desta segunda (3), é assinado pela promotora de Justiça Carla Marques Salati.

A intitulada live ‘O Embaixador no Agronegócio’, realizada no dia 1º de maio, na Fazenda Iberê, neste município, segundo as imagens e notícias que foram amplamente divulgadas na mídia e chegaram ao conhecimento deste ministério público, informam que houve participação de grande número de pessoas no referido evento, o que causou aglomeração”, diz trecho do documento.

Por meio de imagens divulgadas nas redes sociais, é possível ver que a maioria do público não utilizava máscaras de proteção facial e nem respeitava o distanciamento social de 1,5 metros.

Para abrir o inquérito, a promotora destacou que o município tem 83,33% de suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ocupadas e tem classificação de risco alto para contágio pelo vírus, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Ainda, que a vacinação contra a doença segue em ritmo lento em todo o território nacional.

Prefeito de Primavera, Léo Bortolin (MDB) deve ser notificado para apresentar informações, dentro de 10 dias, sobre a realização do evento, bem como sobre as medidas tomadas pelo poder público para fiscalização.

Já o representante da empresa responsável pela festa, Sandrinn Shows e Eventos Eireli, deve esclarecer quantas pessoas participaram do show, quais foram as medidas de distanciamento tomadas, qual laboratório realizou a testagem dos participantes e se havia alvará para realização.

Via | RD News
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta