O Conselho Tutelar de Nova Mutum procurou a Polícia Civil e relatou o fato após receber denúncia anônima na tarde dessa segunda-feira (13).

O Conselho Tutelar de Nova Mutum (240 km da Capital) recebeu denúncia anônima, no início da tarde dessa segunda-feira (13), de uma adolescente, com apenas 15 anos de idade, que teria sido estuprada pelo próprio pai e agora estaria grávida em decorrência da violência sexual.

Após receber a denúncia, os conselheiros entraram em contato com a Delegacia de Polícia Civil, quando denunciaram o crime para que um inquérito seja instaurado e todos os fatos apurados detalhadamente.

 A ocorrência foi registrada por crime de estupro de vulnerável e a partir desse momento os investigadores deverão procurar a família, colher depoimentos e a jovem passar por exames que deverão ou não confirmar se a criança é filha do ‘avô’.

A Polícia Civil deverá marcar os depoimentos para que a vítima, o acusado e testemunhas respondam perguntas sobre o fato, além de a adolescente passar por exames que deverão constatar se foi vítima ou não de estupro, se está grávida e determinar se a paternidade é realmente do denunciado.

Caso segue em investigação.

Outro caso 

A equipe médica da Policlínica do Planalto, na Avenida Dante de Oliveira, em Cuiabá, acionou o Conselho Tutelar durante a tarde da última sexta-feira (10) para comunicar que um menino de 10 anos deu entrada na unidade de saúde, supostamente, vítima de estupro e, por isso, não estaria conseguindo controlar a saída de fezes.

 Na policlínica, os conselheiros conversaram com a mãe do menor, que levou o filho para receber atendimento médico.

De acordo com a mãe, há cerca de uma semana o garoto começou a demonstrar comportamento estranho dentro de casa, no bairro CPA 4, onde mora com a família.

Fonte | RMT

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *