O prefeito debate o assunto com membros do Comitê Municipal de Enfrentamento á doença, nesta terça (09), para analisar quais medidas devem ser adotadas.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), deve anunciar nesta quarta-feira (10) novas medidas contra a disseminação da covid-19 (novo coronavírus). A informação foi confirmada pela assessoria da prefeitura que, no entanto, não adiantou sobre a temática da decisão.

Emanuel está reunido com membros do Comitê Municipal de Enfrentamento á doença, nesta terça (09), para analisar quais medidas devem ser adotadas. O anúncio está previsto para acontecer à manhã de quarta pelas redes sociais da prefeitura.

“Se houver um descontrole ou qualquer ameaça com o possível descontrole, não tenham dúvida de que adotarei qualquer medida, seja ela qual for para proteger à saúde e a vida das pessoas”, ressaltou Emanuel.

Há expectativa que o prefeito estenda o feriado de quinta-feira (11), de Corpus Christi, com o final de semana, só retornando às atividades na segunda (15). No entanto, ainda não há nada confirmado.

Na segunda (08), em nota, o prefeito disse que não deixará de adotar medidas, mesmo que extremas, caso haja descontrole no aumento de números de pessoas infectadas e de mortes por covid.

“Se houver um descontrole ou qualquer ameaça com o possível descontrole, não tenham dúvida de que adotarei qualquer medida, seja ela qual for para proteger à saúde e a vida das pessoas”, ressaltou.

Essa foi a resposta do prefeito ao pedido feito pelo Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso (Sinpen-MT) que pediu ao procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, para que solicite às prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande adotem lockdown para evitar o crescimento do número de contágio do novo coronavírus.

Até domingo (07), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, 4.033 casos confirmados da covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 113 óbitos. O Município de Cuiabá confirmou, no final de semana, mais sete mortes por covid-19, na segunda foram mais seis. Com isso, a Capital chegou a 30 mortes provocadas pelo novo vírus, sendo 13 nos últimos três dias.

Fonte | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta