O veneno da aranha marrom acabou atingindo as pernas da vítima, além do funcionamento dos rins

De acordo com familiares da vítima, o homem chegou a identificar que havia sido picado pelo animal, mas achou que estava tudo bem e não foi imediatamente ao hospital.

Entretanto, logo depois de três dias, o veneno da aranha marrom acabou atingindo as pernas da vítima, além do funcionamento dos rins.

Em estado grave, Luciano foi encaminhado ao hospital, e ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas infelizmente não resistiu e veio a óbito nesta quarta-feira (6).

Conforme Rodrigo Marchioro, filho de Luciano, o pai foi picado pela aranha, e a demora acabou contribuindo diretamente para sua morte.

Acabou que a infecção acabou se espalhando, e nisso ele achando que era uma virose ou algo do tipo, ele foi deixando, deixando… e foi quando no último momento ele já estava com a perna inchada, e já tinha se espalhado, parado os rins. Ele tinha ficado mais ou menos três dias sem urinar, e não tinha mais escapatória”, relatou Rodrigo.

Além disso, bastante abalada a mãe de Luciano também contou à equipe da RIC Record TV que o filho se recusou a ir ao médico.

“Uma pessoa que não aceitava ir ao médico, ele não gostava. Aí ele esperou demais e ficou tarde demais. Gente, observem, cuidem… observem seus familiares e cuidem… e corram para o pronto atendimento. Não esperem”, finalizou.

Fonte | RicMais

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *