Preço da passagem aumentou em várias cidades do Brasil. Na capital Cuiabá, reajuste elevou preço para R$4,10

Na contramão de muitas das cidades do Brasil, Rondonópolis não sofrerá reajuste na passagem de ônibus intermunicipal. Em Cuiabá, por exemplo, a tarifa do transporte coletivo aumentou 13% e atualmente está fixada em R$4,10 desde o início do mês.

O preço da passagem em Rondonópolis é R$3,75. O último aumento ocorreu em 2018. Para este ano, não há previsão de reajuste, informa o secretário municipal de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello.

A prestadora do serviço no município é a empresa Cidade de Pedra. O contrato com a Prefeitura, porém, está vencido desde 2016. Desde então, três licitações abertas pelo Executivo deram como fracassadas (quando não há empresa interessada na concorrência). “Não há possibilidade jurídico-administrativa para que o contrato seja renovado. Atualmente, a empresa atua com contrato precário, já que se trata de serviço considerado essencial, que ocorre quando a ausência do serviço causa danos há população”, informa em nota a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito -Setrat.

Uma das principais razões para o fracasso, apurou a reportagem, seria o desinteresse com base no chamado índice de passageiros por quilômetro -IPK, que, na prática, norteia o custo-benefício da empresa prestadora.

Sem novo contrato junto à Cidade de Pedra, a “Setrat encaminhou um pedido de dispensa de licitação para a Procuradoria Geral do Município, que ainda analisa a melhor forma de proceder com a situação”, segue a Pasta.

Fonte | Gazeta MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *