O vereador e presidente da Câmara de Rondonópolis, Rodrigo da Zaeli, recebeu representantes da Associação Rondonopolitana de Pessoas com Transtorno Autista – ARPTA, com o propósito de ouvir suas reivindicações e receber, pessoalmente, o convite para participar de uma mesa redonda que discutirá sobre a falta de capacitação dos profissionais e órgãos competentes, no que tange o atendimento, tratamento e demais procedimentos com relação ao Autismo no município.

“Somos uma associação com o objetivo de conscientizar, orientar, ajudar, encaminhar e garantir os direitos destas pessoas com Transtorno de Espectro Autista – TEA, por este motivo tomamos a iniciativa de promover esta roda de conversa, pois a intervenção precoce é fator fundamental na evolução de crianças com TEA. Portanto, quanto mais precoce a intervenção, melhores os resultados para a criança e sua família”, explicou a presidente da ARPTA, Rosemary de Aquino Pinto.

Zaeli destacou a importância em se falar do assunto com mais profundidade e frequência. “É um assunto importantíssimo, que se visto com carinho e respeito pelos gestores, pode minimizar muitos problemas. O diagnóstico formal é emitido por profissionais médicos e eles, junto aos educadores, são essenciais na condução deste processo e responsáveis por avaliações específicas em suas respectivas áreas. Acho fundamental ações como esta, de se debater e buscar medidas para resolver problemas simples do cotidiano que, ao final, fazem toda diferença”, concluiu.

Fonte | Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *