O prefeito Léo Bortolin se encontrou nessa segunda-feira, 12, pela manhã, com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, oportunidade em que projetou Primavera do Leste como um município em franca ascensão econômica, destacando a produção de grãos como principal atividade e solicitou apoio do Governo Federal para fomentar esse desenvolvimento através do incentivo agro industrial, como também pediu agilidade e eficácia na liberação dos recursos pactuados na semana passada nos diversos Ministérios visitados.

Léo esteve também com o Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha e, o líder do Governo no Senado e presidente do MDB, senador Romero Jucá, no Planalto e, a eles fez uma exposição das potencialidades de Primavera do Leste, destacando a agricultura de ponta praticada na região – soja, milho, feijão e algodão – e, a partir dessa produção primária bem sucedida, automaticamente, o município se tornou atrativo para a industrialização que já é uma realidade e, as possibilidades de Primavera se firmar no cenário nacional através de investimentos do Governo Federal, sobretudo para fomentar a agro-indústria. O prefeito estava acompanhado do vereador Elton Baraldi, Nhonho e, o MDB, partido do prefeito e do vereador, deu todo apoio e abriu as prontas para que esse encontro acontecesse.

Pela ótica do prefeito essas audiências têm como objetivo promover Priamvera do Leste, política e economicamente, além dos limites geográficos do município. Segundo ele, seria ingenuidade pensar em promover o desenvolvimento com que todos sonham para Primavera contando apenas com recursos próprios, “é impossível, porque queremos um município arrojado economicamente, gerando emprego, renda, oferecendo qualidade de vida à população e, isso vai acontecer se tivermos trânsito em Brasília e Cuiabá”. Léo entende que é imperativo

convencer as autoridades, as pessoas que decidem, “da importância do município para o Brasil, para a economia do país, através da produção e, é exatamente esse o meu discurso para quem nos recebe”.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta