Profissionais alegam falta de repasses por parte da Prefeitura de Denise. Pedágio deverá ser feito até que o valor da dívida, que é de R$ 10 mil, seja arrecadado.

Funcionários do hospital passaram a cobrar pedágio para pagar contas de hospital (Foto: Sueli Braz/Arquivo pessoal)

Funcionários do hospital passaram a cobrar pedágio para pagar contas de hospital (Foto: Sueli Braz/Arquivo pessoal)

Os profissionais alegam que o pedágio será realizado diariamente pelos médicos e funcionários, até que o valor necessário seja arrecadado. De acordo com a recepcionista do hospital, Sueli Braz, os salários também estavam atrasados há dois meses, mas a prefeitura efetuou os pagamentos nesta quinta-feira (30).

“Fomos obrigados a fazer o pedágio para não fecharmos as portas. Nós [funcionários] tivemos a iniciativa. A conta de energia, por exemplo, está em torno de R$ 1,7 mil. O hospital também tem dívidas em farmácias e mercados”, explicou.

De acordo com Sueli, apesar do atraso salarial, os funcionários do hospital mantiveram os atendimentos. Diante da necessidade de quitar as dívidas para manter a unidade de sáude funcionando, decidiram se unir e dar início à cobrança de pedágio.

“Tem funcionário que trabalha aqui [no hospital] há 25 anos. Sempre tivemos dificuldade. Já fizemos bingos e rifas para arrecadar dinheiro, mas dessa vez fomos praticamente obrigados a ir para a rua”, disse.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *