Especialista explica como nutrição consciente é a nova revolução para uma saúde equilibrada

A busca por um estilo de vida mais saudável e equilibrado costuma estar entre as principais metas para começar o ano com o pé direito. Nessa busca de mudanças no estilo de vida, a nutrição integrativa aparece como resposta para quem prefere abordagens inovadoras, que transcendem a visão convencional da alimentação.

Por não se limitar apenas à contagem de calorias ou à escolha de alimentos, a nutrição holística compreende o indivíduo como um todo, considerando a interconexão entre corpo, mente e espírito. 

Além de encorajar a escolha de alimentos saudáveis, a nutrição integrativa também trabalha a importância da mastigação consciente, do ambiente durante as refeições e da conexão com os alimentos em um nível mais profundo.

“Esta abordagem vê a alimentação como um aspecto integral da saúde, reconhecendo que as escolhas alimentares vão além das receitas e têm impacto não apenas no físico, mas também na saúde mental, social e emocional”, explica Paulo Battaglin, diretor da Escola Internacional de Desenvolvimento (EID), líder no nicho de cursos de saúde integrativa.

Ao contrário das dietas restritivas, que muitas focam na perda de peso, a nutrição integrativa promove o equilíbrio na saúde, a vitalidade e a prevenção de doenças. Segundo o diretor da EID, os profissionais que adotam essa linha trabalham em estreita colaboração com seus pacientes.

“São criados planos personalizados, que consideram não apenas as necessidades nutricionais, mas também fatores como histórico, rotina, estresse, sono, exercício, e bem-estar emocional e todos estes fatores em sinergia”, frisa Battaglin. 

“A nutrição integrativa é mais do que uma tendência, é uma mudança de mentalidade que coloca a ênfase na saúde como um todo. Este novo paradigma nutricional está redefinindo a forma como encaramos a alimentação e promete trazer benefícios duradouros para a saúde da sociedade”, acrescenta o diretor.

A técnica é ensinada no curso de Nutrição Consciente da EID. “Nessa formação, ensinamos os alunos a diferenciarem saúde e doença e a entenderem a nutrição pelo aspecto preventivo e da promoção da saúde, baseando-se nos princípios da ayurveda”, finaliza ele. A grade completa do curso pode ser acessada no site da escola

Via | Assessoria Foto | Freepik

Print Friendly, PDF & Email
(Visited 1 times, 1 visits today)