Policiais militares de Rondonópolis desarticularam uma quadrilha e recuperaram 41 toneladas de carga de soja roubadas, na tarde desta terça-feira (26). Na ação, foram presas nove pessoas, com idades entre 18 e 43 anos, autuadas pelos crimes de formação de quadrilha, roubo, furto e receptação.

Conforme o boletim de ocorrência, moradores da região rural, conhecida como Marajá, denunciaram à Polícia Militar ações suspeitas de um grupo de pessoas, que estavam carregando farelo de soja às margens da rodovia BR-163. A Agência Regional de Inteligência iniciou monitoramento e constatou que os produtos estavam fora da normalidade.

Diante da situação, policiais militares da Patrulha Rural, Força Tática e Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) se deslocaram ao endereço informado e encontraram dois suspeitos, que afirmaram estarem fazendo o trabalho de carregamento. Mas ao serem questionados, não souberam dizer quem seriam os proprietários da carga.

No local, os policiais militares encontraram dois caminhões preparados para o transporte da carga e 41 bags carregados com o farelo de soja, que totalizam mais de 41 toneladas. Ainda na região, compareceram mais suspeitos e um dos homens informou que haviam sido contratados para entregar a carga em um barracão de uma empresa localizada no Distrito Industrial.

Os policiais militares acionaram outras equipes para se deslocarem ao endereço da entrega da carga e encontraram um outro grupo de pessoas, que se apresentaram como gerentes e operadores de balança da suposta empresa.

Questionados, entraram em contradição sobre o trabalho e a carga que seria recebida. Em buscas pelo local, os policiais militares localizaram documentos e notas fiscais sem procedência.

Diante da situação, todos os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados à Delegacia de Rondonópolis para registro da ocorrência e demais providências cabíveis. A carga apreendida de soja foi levada à Delegacia nos próprios caminhões, também apreendidos

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Via | Assessoria   Fotos | PMMT
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta