Ação foi realizada pelos fiscais do Indea, Exército Brasileiro e Polícia Militar

Fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) participaram de ação conjunta com o Exército Brasileiro e a Polícia Militar na Operação Ágata realizada na região de fronteira com a Bolívia, na noite de segunda-feira (18.07) até a manhã desta terça-feira (19.07). Drone foi utilizado na ação de vigilância para evitar a entrada ilegal de gado boliviano no país.

Segundo o coordenador de Fiscalização e Julgamento de Processos do Indea, Márcio Adélio de Carvalho, controlar a entrada de animais sem procedência sanitária pela fronteira tem sido um desafio, o que coloca em risco a saúde animal do rebanho mato-grossense e o status sanitário de Mato Grosso, causando prejuízos econômicos como consequência da suspensão das exportações, por exemplo. A maior parte da entrada desses animais no país é no período noturno.

O Exército Brasileiro, por meio do Comando da 13ª Brigada, já se colocou à disposição para apoiar o Indea não apenas no período da Operação Ágata, mas no ano todo em ações de vigilância.

Da mesma forma, a Polícia Militar e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) também têm sido parceiros da fiscalização sanitária no Estado.

“Agradecemos o Exército e a PM ao dar condições de realizarmos as atividades de forma mais tranquila possível. Com esse apoio das forças de segurança vamos implementar as atividades noturnas para fiscalização e vigilância na fronteira, garantindo maior segurança ao rebanho mato-grossense”, disse o coordenador Márcio Adélio.

Via | Assessoria   Foto | Indea
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta