A Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio do Departamento de Vigilância Epidemiológica divulgou no final da manhã desta terça-feira (12) o balanço final do processo de vacinação contra o sarampo e a gripe influenza.

SARAMPO

Segundo os indicadores, 17.796 pessoas do grupo alvo da campanha de vacinação contra o sarampo, foram vacinadas atingindo o correspondente a 96,80 % do total.

Nesse grupo, pelo menos 15.888 crianças foram vacinadas. Outras 323 pessoas entre adolescentes e adultos (mulheres gestantes, e puérperas) também foram imunizadas, juntamente a 1.585 profissionais da saúde, que compunham o grupo prioritário para essa modalidade de vacina.

INFLUENZA

Todavia no caso da gripe influenza, os resultados deixaram a desejar, já que os indicadores registraram somente 25.323 pessoas imunizadas ou seja, apenas 34,0 7% do total pretendido.

Segundo os registros, 4.975 crianças foram imunizadas, o que dá um índice de apenas 18,20%, se levarmos em consideração de que o objetivo era vacinar cerca de 20 mil crianças até cinco anos de idade.

A vacinação para os idosos acima de 60 anos, também deixou a desejar, já que apenas 30 % ou 7.766 pessoas compareceram para se vacinarem, e esse número  ficou muito aquém da meta estipulada que era alcançar 12 mil indivíduos nessa faixa etária, tendo em vista que a vacina da gripe já se tornou uma situação de rotina e esperava-se um comparecimento maior.

Cerca de 772 mulheres gestantes também foram vacinadas contra a gripe, o que representa 26,9 % do esperado. Pelo menos outras 124 mulheres puérperas foram imunizadas, o que deu um percentual de 26,3 %. Quanto aos professores 2.164 profissionais foram vacinados, ou 72,6 % do total esperado.

Ainda assim, 3.638 profissionais da saúde compareceram para se vacinar, o que dá um percentual de 54,9 % de pessoas imunizadas no segmento da saúde.

É importante ressaltar que a Prefeitura fez a sua parte e disponibilizou vacina para a população em geral nos mais de 50 postos de saúde da cidade durante a Campanha Nacional de Vacinação Infantil contra o vírus da gripe influenza e sarampo, que ainda não haviam sido imunizadas dentro dos grupos alvos.

Todavia, apesar do fim da campanha nacional de vacinação, os imunizantes/vacinas contra o sarampo, a influenza e a Covid-19 continuam sendo disponibilizadas gratuitamente na rede municipal de saúde.

Ainda assim, é importante alertar e recomendar que as pessoas que não se vacinaram, que procurem uma unidade de saúde o quanto antes para se imunizar e evitar complicações de saúde, incluindo internações hospitalares.

Via | Assessoria  Fotos | Arquivo
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta