Público lotou arquibancada para acompanhar as provas durante o sábado (09.07), no Parque de Exposição Jonas Pinheiro, em Cuiabá

Arquibancada lotada para assistir a prova de hipismo da 54° Expoagro, realizada no sábado (09.07). Ao todo, 85 cavaleiros e amazonas participaram de provas nas categorias Cavaleiros do Futuro (iniciantes), 40cm, 60cm, 80cm, 90cm e Mini GP.

“Este momento é muito significativo porque marca o retorno às provas pós-pandemia. A parceria do Sindicato Rural e da Sociedade Hípica Cuiabana com inscrições gratuitas incentiva o esporte”, diz Luiz Fernando Gonçalves da Silva, vice-presidente da Federação Hípica de Mato Grosso.

O hipismo está crescendo no estado e trazendo cada vez mais adeptos ao esporte. Segundo Luiz Fernando, além de centros hípicos em Cuiabá e Várzea Grande, no último ano, dois novos locais foram abertos no interior: Sinop e em Barra do Garças.

“A interiorização do hipismo fará ele crescer ainda mais em Mato Grosso. O que é ótimo, pois é um esporte que ensina resiliência e disciplina, além do contato com os animais que é fundamental”, explica o presidente da Federação.

O esporte é democrático, com competidores de dois a 60 anos. Os irmãos Henrique e Arthur, de 4 e 8 anos, participam das provas com alegria e determinação e querem trabalhar com cavalos no futuro. “Quero ser um cavaleiro campeão”, diz Arthur. Já Henrique quer dar aulas de hipismo como o pai.

Para a mãe Tayna Cezario Paes de Barros, o hipismo ajudou muito na concentração e postura dos meninos.

Isabelle Caldeira do Amaral, 12 anos, e o irmão Daniel, 9 anos, também estão iniciando nas provas de hipismo. Apesar de serem filhos de uma fisioterapeuta, que trabalha com equinos, e terem contato com cavalos desde muito pequenos, só agora começam a competir.

“Comecei a praticar hipismo ano passado, acho legal, mas ainda fico nervosa”, confessa Isabelle. Daniel já está mais confiante, mesmo praticando há apenas três meses: “Não estou nervoso e espero ganhar”.

O cavaleiro Guilherme Tardin, 20 anos, começou o dia vencendo o mini GP. Ele conta que monta cavalos desde os 8 anos, mas estava afastado do esporte. “Somente em 2019 decidi voltar a treinar. Gosto do hipismo porque a gente tem uma conexão bacana com os animais e com as pessoas. Há muita união entre todos os competidores”, diz.

RESULTADO

Os vencedores da prova do hipismo da 54° Expoagro em cada categoria foram:

Categoria Principal mini GP

1° Guilherme Tardin

2° Luiz Carlos Silva

Categoria 90 centímetros

1° João Armindo Fagundes

2° Soldado Fioreze

Categoria 80 centímetros

1° Mariana Neves

2° Sarah Pinheiro Gomes

Categoria 60 centímetros

1° Ana Sofia Lei

2° Kawã Victor dos Santos Feitoza

Categoria 40 centímetros

1° Coronel Campos Filho

2° Isabela Mel dos S. Souza

Via | Assessoria   Fotos | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta