Presente em nove estados brasileiros, concessionária de ferrovias pretende disseminar ações focadas em educação

Maior operadora de ferrovias do Brasil, a Rumo acaba de se filiar ao GIFE — Grupo de Institutos, Fundações e Empresas, plataforma com mais de 160 associados e cuja atuação tem como objetivo fortalecer a filantropia e o investimento social privado no Brasil. A Rumo busca na iniciativa aperfeiçoamento, qualificação, articulação e construção de novas parcerias com foco em projetos sociais. Em 2021, a empresa desenvolveu as primeiras atividades do Instituto Rumo, por meio de um projeto piloto voltado para educação e a formação de adolescentes e jovens de escolas públicas.

Realizada no município de Rondonópolis (MT), onde a empresa opera o maior terminal de grãos da América Latina, as atividades foram praticadas com o intuito de contribuir para a formação de adolescentes e jovens de escolas públicas, o foco foi despertar para entrada no mercado de trabalho. As ações buscam uma jornada que estimule o aluno como protagonista das suas decisões e o desenvolvimento do empreendedorismo. Por conta da pandemia da Covid-19, o projeto em Rondonópolis foi realizado em plataforma 100% digital, com atividades realizadas no contraturno escolar. Foram 50 horas de conteúdos e mais de 60 alunos atendidos com tarefas acompanhadas por uma equipe pedagógica.

Em 2022, a empresa está preparando novas atividades no âmbito educacional por meio do Instituto Rumo e a associação ao GIFE representa uma oportunidade de otimizar o projeto e discutir novas parcerias. “Agora, como associados, poderemos apoiar, contribuir e agregar novos valores por meio de uma rede que está discutindo os principais temas e tendências do investimento social no Brasil e no mundo”, destaca Daniely Andrade, gerente de ESG da Rumo.

De acordo com Daniely, o aspecto educacional é uma das prioridades na agenda ESG da Companhia: “Precisamos apoiar iniciativas que busquem resolver grandes problemas sociais. Hoje, há uma grande mobilização no investimento social privado visando transformar a educação de base e queremos fazer parte desta transformação”.

Além das ações de educação do Instituto Rumo, a empresa destinou, durante a pandemia, mais de R$ 1,7 milhão para 57 instituições e hospitais, abrangendo 35 municípios onde foram identificados maior nível de criticidade. Os recursos foram utilizados na compra de materiais de limpeza e desinfecção, alimentos, equipamentos hospitalares e álcool. Outra frente de ação foi o Trem do Bem, programa de voluntariado da Rumo que atendeu, com campanhas de assistência social, mais de 7 mil pessoas nas regiões onde a concessionária opera.

Sobre a Rumo

A Rumo é a maior operadora de ferrovias do Brasil e oferece serviços logísticos de transporte ferroviário, elevação portuária e armazenagem. A Companhia opera 12 terminais de transbordo, seis terminais portuários e administra cerca de 14 mil quilômetros de vias férreas nos estados de Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins. A base de ativos é formada por 1.400 locomotivas e 35 mil vagões. A Rumo está presente na 17ª carteira do ISE B3, o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 que reconhece as empresas que são referências em práticas ESG.

(Visited 1 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta