Policiais militares da Força Tática desarticularam uma quadrilha que estava explorando ilegalmente uma área privada de Nova Ubiratã e cometendo furtos de madeiras na região. Na ação, a PM localizou o acampamento montado pelos suspeitos e apreendeu uma espingarda, munições, motosserras e demais equipamentos utilizados no crime.

Por volta de 13h45, durante patrulhamento rural, a equipe foi abordada pelo proprietário de uma fazenda, que denunciou que um grupo teria invadido sua propriedade para realizar o furto de madeiras. Segundo a vítima, a quadrilha estaria utilizando máquinas, tratores e motosserras para a retirada da madeira do local.

Em diligências, a PM encontrou uma trilha e parte de madeiras que estavam cortadas. Em seguida, os policiais escutaram o barulho de pessoas correndo para dentro da mata e localizou o acampamento montado pela quadrilha, onde estavam tambores de combustível e equipamentos utilizados para a prática criminosa, como tratores e motosserras.

Um suspeito foi visto saindo da mata e foi detido. Questionado, revelou que foi contratado por um homem e que seu trabalho era retirar as madeiras do local. O suspeito ainda revelou que estaria junto com outros criminosos, que teriam fugido após a chegada das equipes policiais, e que todos estariam em uma residência próxima do local onde estava ocorrendo a exploração de madeira.

No endereço informado, os policiais encontraram os demais suspeitos, que tentaram fugir novamente, sendo quatro deles detidos. Em abordagem pessoal, nada de ilícito foi encontrado. A equipe entrou novamente na residência e localizou uma espingarda adaptada para calibre .22 e várias munições para diversos calibres.

Diante da situação, todos os cinco suspeitos receberam voz de prisão em flagrante e foram encaminhados para a Delegacia de Nova Ubiratã, junto com o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências cabíveis. As equipes policiais seguem em diligências em busca do restante da quadrilha e o maquinário utilizado no desmatamento foi apreendido.

Via | Assessoria   Foto | PJCMT
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta