A Polícia Civil está investigando mensagens de ameaças em cinco escolas estaduais em Cuiabá. As investigações começaram nesta terça-feira (12) a partir de denúncias de diretores de que mensagens ameaçadoras foram escritas nas portas dos banheiros das unidades.

A Secretaria Estadual de Educação (Secuc) informou que o Núcleo de Mediação vai fazer palestras de orientação e dinâmicas com os estudantes e professores como forma de orientação e prevenção. Segundo a secretaria, providências foram tomadas para identificar quem fez a pichação, que deve responder por dano ao patrimônio público, crime ambiental e vandalismo.

Duas das cinco escolas estão funcionando de forma parcial. Segundo a Polícia Civil, uma estudante entrou em um banheiro em uma escola que fica no Residencial Coxipó e viu um recado na porta do banheiro.

Ela chamou a diretora para ver as mensagens que dizia que um massacre aconteceria na unidade nessa segunda-feira (11). A diretora chamou as forças de segurança caso houvesse algum risco aos estudantes.

Nesta terça-feira (12), a Polícia Civil e Militar estiveram na unidade para coletar informações que serão repassadas à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) e vai investigar o caso e identificar o autor dessas mensagens.

Duas escolas suspenderam parcialmente as aulas — Foto: Reprodução/TVCA

Duas escolas suspenderam parcialmente as aulas — Foto: Reprodução/TVCA

Segundo a polícia, não há nenhum risco aos alunos até o momento.

De acordo com o diretor da escola Emilson Pereira de Freitas, a polícia e o Conselho Tutelar foram chamados para orientar os alunos.

“Queremos tranquilizar os pais porque eles estão ligando constantemente e quero dizer que estamos recebendo total apoio da polícia. O que está ao nosso alcance estamos fazendo. O Concelho Tutelar esteve aqui conversando conosco e também vai orientar os alunos e as famílias”, disse.

O delegado coordenador da Polícia Comunitária, Jefferson Dias, informou que a perícia vai coletar informações para identificar os autores das mensagens.

“Nós estamos fazendo esse trabalho de orientação, colhendo as informações que serão repassadas à DEA que é responsável por investigar esse fato. Nós já observamos no banheiro as escritas e com certeza a autoridade policial vai solicitar a perícia”, disse.

Via | G1   Foto | Reprodução TVCA

Polícia Civil identifica responsável por perfil falso e descarta ameaça de massacre em escola em Primavera do Leste

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta