Quatro novos editais para fomentar o setor cultural de Mato Grosso foram lançados em Cuiabá, na úlltima quarta-feira (30), em evento do qual participaram o secretário de Cultura de Rondonópolis, Pedro Augusto Araújo, e a gerente de Projetos Culturais da Secretaria Municipal de Cultura (Secut), Laurimar Souza. No encontro em que as seleções para o segmento artístico do estado foram apresentadas pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso, Alberto Machado, o Beto Dois a Um, também estavam presentes vários gestores das Pastas de Cultura de diversos municípios mato-grossenses.

Uma visão da área de produção de arte e cultura como peça da engrenagem que movimenta a economia, além de ser mecanismo de preservação da identidade do povo de Mato Grosso e perpetuação do arcabouço coletivo que une a população do estado e eterniza sua história foram fatores que motivaram a elaboração dos editais, segundo pronunciamento do titular da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e do mandatário no Executivo mato-grossense.

Na esteira desse pensamento e apoiando a inciativa, a Secult vai dar todo o suporte necessário a artistas locais que queiram se inscrever em um dos editais, que podem ser conhecidos a partir da próxima segunda-feira (4), através do site da Secel – www.secel.mt.gov.br/editais – ou, ainda, pelo instagram da Pasta de Rondonópolis – @secultroo – ou pelo seu facebook – Secretaria de Cultura de Rondonópolis. A seleção vai ficar aberta aos profissionais que desejem participar por 45 dias, segundo Laurimar.

Em sua segunda edição, o Edital Estevão de Mendonça vai injetar mais de R$2 milhões em projetos voltados à literatura, buscando, inclusive, identificar novos escritores. Pontos de cultura será mais uma área selecionada por outro edital, que vai receber o incentivo de R$2 milhões a serem aplicados em espaços que reverberam projetos artísticos e culturais. E para valorizar ambientes dedicados eminentemente à propagação do estudo e do conhecimento, o Edital Revita Bibliotecas vai receber um montante de R$3 milhões.

Dança, teatro, música, circo, artes visuais e artesanato terão seu lugar no Edital Viver Cultura, que contará com um incentivo de R$10 milhões para as produções escolhidas. Esse concurso ainda vai pinçar trabalhos sobre vivências e práticas culturais de comunidades indígenas, quilombolas, LGBTQI+, negras, ciganas, ribeirinhas e, também, de imigrantes e refugiados, além de expressões como hip hop e capoeira.

“Aqueles que quiserem se inscrever em uma das seleções e não tiverem o equipamento de que precisam para isso, podem se dirigir à Secult a partir do dia 7 de abril, pois vamos oferecer a estrutura exigida para tanto, como computador, scanner e impressora, por exemplo. O atendimento será por ordem de chegada”, anuncia a gerente.

Localizada na Rua XV de Novembro 247, Casario, Centro, a Secult funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18 horas.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta