O vereador Douglas Silva (Republicanos) registrou um boletim de ocorrência denunciando uma tentativa de homicídio que sofreu dentro da Câmara de Reserva do Cabaçal, a 412 km de Cuiabá, na noite dessa segunda-feira (7).

Em um vídeo gravado por testemunhas é possível ver o início da confusão. O suspeito discute com o vereador e, em seguida, os dois entram em luta corporal. Durante a briga, o púlpito de vidro do plenário é quebrado. (assista acima)

Douglas contou que toda a confusão começou após ele registrar uma denúncia contra o presidente da Câmara por abuso de poder.

A denúncia teria deixado outros parlamentares revoltados. Um deles registrou um boletim de ocorrência contra Douglas por ameaça.

g1 tenta contato com a Câmara Municipal.

“Ontem (7) fui com um colega para o sítio e quando voltei a noite para participar da sessão na Câmara o irmão e o sobrinho desse vereador [que registrou BO] foram até o plenário conversar comigo”, contou Douglas.

Durante a conversa, segundo o vereador, um dos homens teria sacado uma arma e o ameaçado de morte.

“Ele falou que iria me matar, porque eu tinha ameaçado o irmão dele. Eu pulei na mão dele para me defender, tomei a arma e entreguei para um colega. Depois eu saí de lá para a cidade vizinha para me proteger e denunciar”, explicou.

Conforme o boletim de ocorrência, policiais militares foram até a Câmara e recolheram uma arma de fogo artesanal sem munições, que estaria com os suspeitos de ameaçar Douglas.

No entanto, ninguém foi preso até agora.

Douglas afirmou que a sessão prevista para a noite continuou normalmente sem a presença dele, com a votação de projetos os quais ele era contra.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta