Começa nesta sexta-feira (14) a 1ª Feira Gastronômica Solidária de Rondonópolis.  O evento, que vai até o próximo dia 22 de janeiro, conta com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretarias de Cultura e de Desenvolvimento Econômico.

A feira promete muitas opções gastronômicas. O evento será realizado na avenida Lions Internacional, no espaço público localizado nas imediações do cruzamento com a rua  Ariadne Feltrin e a avenida Júlio Campos, no Coophacem.

Com a proposta de possibilitar ao público uma “viagem no mundo da gastronomia”, saboreando diversos tipos de comidas típicas de vários lugares e de rua, o público ainda poderá desfrutar de  atrações musicais e culturais. Haverá também, durante o evento, uma área “kids” destinada para o entretenimento infantil.

“Estamos dando apoio à Feira, que tem a proposta de ser um momento de lazer, entretenimento, cultura e de geração de emprego para a família rondonopolitana”, disse o secretário municipal de Cultura, Pedro Augusto Araújo. São calculados a geração de pelo menos 200 empregos remotos durante os oito dias de feira.

Para que as pessoas se sintam em segurança, a organização do evento garante que todos os protocolos contra a Covid-19 serão seguidos, como por exemplo a obrigatoriedade do uso da máscara durante circulação pelo evento e a cobrança do comprovante de vacinação contra a doença causada pelo novo coronavírus. Além disso, os expositores estarão disponibilizando seus pratos em mais de 20 estações  culinárias e o público poderá ter essa experiência de forma que não haja aglomeração.

O público durante os oito dias da feira poderá também adquirir produtos artesanais locais. A secretarias de Desenvolvimento Econômico e a de Cultura articularam com os organizadores do evento gastronômico a participação de 20 artesãos, que estarão no local comercializando suas artes.

Além de saborear diversos tipos de comidas típicas e de rua que estarão sendo comercializados pelos expositores e desfrutar  das  atrações musicais e culturais, o público presente à feira ainda poderá estar fazendo uma boa ação. A entrada para o evento, que acontecerá sempre das 18h às 24h, será a doação de um quilo de alimento não perecível.

Conforme Pedro Augusto, os alimentos arrecadados serão revertidos para a Associação Poguba de Artesoes de Rondonópolis e Associação Cultural Maestro Marinho Franco, que posteriormente, distribuirão as cestas básicas para os artesões e artistas locais que estão em dificuldades financeiras, ainda em decorrência dos efeitos da pandemia.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta