Estado lidera o número de unidades premiadas na 17ª edição do PQTA, iniciativa que conta com o apoio da Corregedoria Nacional de Justiça, avaliou unidades inscritas de todo o País em 10 critérios, qualificando-as nas categorias Rubi, Diamante, Ouro, Prata e Bronze

Com a premiação de 22 Cartórios do estado do Mato Grosso, a unidade federativa com o maior número de unidades premiadas, a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR) realizou nesta quinta-feira (25.11) a cerimônia oficial de entrega do 17º Prêmio de Qualidade Total Anoreg/BR (PQTA), iniciativa que reconhece a excelência de gestão e qualidade no atendimento das unidades de Notas e de Registros do País. Em razão dos cuidados necessários em razão da atual conjuntura da COVID-19, tanto as auditorias como a premiação se deram de forma totalmente online.

Entre as unidades premiadas, 7 cartórios receberam a condecoração na categoria Diamante, 8 na categoria Ouro, 6 na categoria Prata e 1 cartório na Bronze. Além das categorias tradicionais do PQTA, nesta edição também entregues os prêmios nas categorias Rubi Master, com 1 cartório condecorado, entregue àqueles que conquistaram quatro prêmios Diamantes consecutivos, e o Rubi Evolução, com 2 unidades 2 premiadas por ter tido oito participações consecutivas no PQTA com evolução, incluído o resultado obtido no ano de 2021.

Na categoria Bronze, o premiado foi o cartório do 2º ofício de Água Boa, na Prata foram os cartórios, 1º Ofício de Poxoreu, 2º Ofício de Campo Verde, 1º Ofício de Campinapolis, 2º Ofício de Itiquira, 1º Ofício de Alto Araguaia e o 6º Ofício de Cuiabá na Ouro os cartórios do 1º Ofício de Nova Ubiratã, 2º Ofício de Primavera do Leste, 2º Ofício da Vila Bela da Santíssima Trindade, 1º Ofício de Matupá, 1º Ofício da Vila Bela da Santíssima Trindade, 1º Ofício Pontes e Lacerda, 1º Ofício de Cuiabá e 1º Ofício de Campo Verde, enquanto na Diamante foram os cartórios, 2º Ofício de Canarana, 4º Tabelionato de Notas e Protesto de Títulos e Documentos de Cuiabá, Cartório do 5º Ofício de Cuiabá, Cartório do 2º Ofício de Nova Mutum, Cartório do 1º Ofício de Poconé, Cartório Caravagio e Cartório Primavera. Já nas categorias Rubi Master o ganhador foi o cartório do 2º Ofício de Nova Mutum, enquanto na Rubi Evolução os ganhadores foram os cartórios do 1º Ofício de Nova Ubiratã e novamente 2º Ofício de Nova Mutum.

“Os Cartórios do Mato Grosso cada vez mais vem trabalhando para conceder um serviço eficaz para população, mesmo com todos os problemas que passamos no ano anterior por conta da pandemia, nos ajustamos para manter o serviço e o atendimento satisfatório para o cidadão, continuaremos trabalhando para que sempre fiquemos em destaque, esse ano tivemos 22 premiados e dentre esses premiados, tivemos cartórios com evolução para rubi e rubi master, isso mostra que estamos buscando sempre melhorar para elevar esse número”, disse Velenice Dias de Almeida, presidente da Anoreg-MT.

Durante a cerimônia, representando a Corregedoria Nacional de Justiça, o desembargador Marcelo Martins Berthe, ressaltou que “a premiação tem aumentado sua importância durante suas últimas edições e este ano contamos com um formato novo. As etapas regionais adicionadas à edição 2021 do PQTA reforçam ainda mais a busca pela qualidade do serviço extrajudicial junto às Corregedorias Estaduais e fortalecem também a luta nacional da Anoreg-BR pelo aprimoramento constante dos serviços cartorários”, disse.

No total, o evento contou com a presença de cartórios de 21 unidades federativas, o estado do Mato Grosso teve o maior número de premiados, com 22 unidades, seguido por Goiás, com 20; Minas Gerais e Pará, ambos com 17; Ceará com 12; Santa Catarina e São Paulo com 11 cada; Rio Grande do Sul com 7; Amazonas com 6; Paraná e Rondônia com 4; Espírito Santo, e Maranhão, ambos com 3; Rio Grande do Norte e Bahia, cada um com 2; e Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Sergipe, Acre e Amapá, com 1 cada um.

Prêmio Continuidade do Negócio

A 17ª edição do PQTA reconheceu ainda as práticas implementadas para a Continuidade do Negócio. Independentemente da premiação nas categorias e modalidades listadas acima, a Comissão Organizadora destacou, dentre os cartórios auditados, aqueles que apresentaram a iniciativa que melhor representasse o esforço para a Gestão da Continuidade do Negócio durante a pandemia da Covid-19.

Avaliação

Como forma de garantir a integridade nas notas, a auditoria das serventias participantes é realizada de maneira independente pela Apcer Brasil, que faz parte do Grupo de Associação Portuguesa de Certificação, organismo referência do setor da certificação na Europa e presente nas Américas, África, Oriente Médio e Ásia, cujos auditores visitam cada uma das unidades inscritas. Nesta 17ª edição, as auditorias foram realizadas no formato remoto, devido ao distanciamento social causado pela pandemia de Covid-19.

O Prêmio deste ano contou com uma primeira etapa regional, com uma premiação sendo realizada nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Os Cartórios mais bem classificados em cada uma das regiões foram qualificados para a premiação nacional, onde puderam concorrer nas categorias Rubi Evolução e Rubi Master.

Os cartórios são avaliados com base em dez critérios diferentes: Estratégia; Gestão Operacional; Gestão de Pessoas; Instalações; Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho; Gestão Socioambiental; Gestão da Informatização e Controle de Dados; Gestão da Inovação; Compliance, e Continuidade do Negócio. Cada critério gera uma pontuação que totaliza a premiação nas categorias: Bronze, Prata, Ouro e Diamante. Ao fim da premiação, cada cartório recebe um relatório individualizado de sua auditoria, com uma comparação com os demais concorrentes, e a Anoreg/BR publica um Manual de Boas Práticas com recomendações e destaques observados durante o período de avaliação.

Para acessar a lista completa dos ganhadores, clique aqui.
Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)