O ofício foi enviado à Energisa, com cópia para a Agência Nacional de Energia Elétrica- ANEEL, ao Procon, ao Executivo Municipal e à Câmara de vereadores

Na tarde desta quarta-feira dia 24/11, a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis-Acir, protocolou um ofício junto à Concessionária de Energia Elétrica do Mato Grosso – Energisa, solicitando com urgência, que sejam tomadas providências imediatas quanto a regularização  no abastecimento de energia elétrica para evitar as recorrentes oscilações e quedas de energia, que vem inviabilizando e causando graves prejuízos para os comerciantes e moradores da região central.

Prejuízos

A situação vivenciada pelos comerciantes e moradores do Centro de Rondonópolis nas últimas semanas está se tornando insustentável.

São inúmeros prejuízos; inviabilidade para atender os clientes e manter a empresa aberta; execução de serviços que depende de computadores e sistemas que precisam de eletricidade; segurança dos estabelecimentos; prejuízos financeiros diretos, como risco de queima de equipamentos elétricos, perda de alimentos e produtos que dependem de geladeira.

Para o presidente da Acir, Renato Del Cistia, essa situação coloca em risco toda a dinâmica da temporada de vendas mais esperada do ano, “A campanha Natal dos Sonhos e a Black Friday estão a todo vapor, e nesse mês de grandes vendas, é desesperador que as empresas tenham problemas para funcionar por falta de energia, em um momento em que estamos tentando nos recuperar dos grandes prejuízos e inseguranças ocasionados pela pandemia.”, exalta Renato Del Cistia.

Outra situação causada pela queda de energia é o aumento de acidentes no trânsito nos últimos meses. Sem eletricidade, os semáforos não funcionam, desta forma, não há organização no trânsito, causando problemas graves a todos os cidadãos que ali passam.

Apesar de não ser um fator diretamente interligado à segurança pública, algumas ocorrências criminais ainda sim são atreladas com a falta de iluminação no perímetro urbano.

Diante da situação alarmante vivenciada pelos empresários e moradores da região central, a Acir solicita urgentemente que sejam tomadas as devidas providências para a normalização no fornecimento de energia da região e aguarda respostas da concessionária e demais órgãos onde foi protocolado o ofício.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta