Estudante com sintoma de covid ou outra doença infectocontagiosa listada no edital do exame não deve comparecer ao local de aplicação e deverá solicitar dispensa de prova

No próximo domingo, 14 de novembro, ocorrerá a aplicação do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2021. Os participantes que apresentarem sintomas de covid-19 no dia do exame não poderão comparecer ao local de aplicação para realizar o Enade e deverá solicitar dispensa de prova, no período de 16 de dezembro a 21 de janeiro de 2022, por meio do Sistema Enade. O mesmo deve ser feito em caso de diagnóstico de alguma das outras doenças infectocontagiosas listadas no edital do exame.

Para a dispensa da prova, o estudante deverá enviar para o Inep a documentação comprobatória da condição motivadora da solicitação de dispensa. No pedido, devem constar as seguintes informações: nome completo do estudante; diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e/ou o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10); e assinatura e identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

O Instituto analisará a documentação comprobatória das condições dos participantes. A aprovação da documentação garante a dispensa da prova e a regularidade no exame somente se o participante do Enade tiver finalizado o preenchimento do Questionário do Estudante no período previsto em edital.

Além das condições de saúde, a dispensa também poderá ser deferida em caso de acidente; assalto; casamento; extravio, perda, furto ou roubo de documento de identificação; luto; maternidade ou paternidade, entre outras condições listadas no Anexo III do edital do exame.

Enade 2021 – A edição de 2021 do Enade avaliará cerca de 490 mil estudantes concluintes dos cursos de 30 áreas do conhecimento vinculadas ao ano II do sexto ciclo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Os estudantes serão avaliados por meio da aplicação da prova e do preenchimento do Questionário do Estudante, disponível para envio das informações até 13 de novembro, pelo Sistema Enade. Os dois instrumentos são requisitos para assegurar a regularidade dos inscritos junto ao exame. Ao preencher o questionário, o participante tem a oportunidade de avaliar seu curso de graduação e sua instituição de educação superior em diferentes aspectos.

Enade – Aplicado pelo Inep desde 2004, o Enade integra o Sinaes, composto também pela avaliação de cursos de graduação e pela avaliação institucional. Juntos, eles formam o tripé avaliativo que permite conhecer a qualidade dos cursos e instituições de educação superior brasileiras. Os resultados do Enade, aliados às respostas do Questionário do Estudante, são insumos para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior.

A inscrição no exame é obrigatória para estudantes ingressantes e concluintes habilitados de cursos de bacharelado, superiores de tecnologia e licenciaturas vinculados às áreas de avaliação da edição. A situação de regularidade do estudante é registrada em seu histórico escolar pela instituição de educação superior à qual está vinculado.

Via | Assessoria de Comunicação Social do Inep

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta